Divulgação
Divulgação

Historiador francês Roger Chartier faz conferência sobre leitura em SP

Ele dividirá o palco com sua mulher, Anne-Marie Chartier, outro importante nome do estudo de questões relacionadas à leitura

Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S. Paulo

30 de setembro de 2015 | 21h36

Dedicado à pesquisa da história do livro e da leitura, Roger Chartier, um dos principais historiadores contemporâneos, faz conferência em São Paulo nesta quinta-feira, 1.º, às 19 horas, como parte da programação da Jornada de Literatura de Passo Fundo. Importante projeto de formação de leitores, ela foi cancelada em 2015 por falta de patrocínio, mas foi possível salvar o 13º Seminário Internacional de Pesquisa em Leitura e Patrimônio Cultural, Literatura, um dos eventos paralelos do festival gaúcho. E como o apoio para sua realização veio do Itaú Cultural, depois de falar em Passo Fundo, o francês faz essa conferência em São Paulo. 

Ao seu lado no palco estará Anne-Marie Chartier, sua mulher e também importante pesquisadora de questões relacionadas à leitura. O título da conferência é Novas Tecnologias: Ler e Escrever, Aprender e Apagar. Tânia Rösing, idealizadora da Jornada de Passo Fundo, e Marisa Lajolo, especialista em literatura infantojuvenil, também participam do encontro e se apresentam antes dos conferencistas.

Roger Chartier é autor de obras como A Aventura do Livro: Do Leitor ao Navegador (Unesp, 1999), Os Desafios da Escrita (Unesp,  2002), Formas do Sentido – Cultura Escrita Entre Distinção e Apropriação (Mercado de Letras, 2003), Práticas da Leitura (Estação Liberdade, 2009) e do recente A Mão do Autor e A Mente do Editor (Unesp, 2014). 

A entrada é gratuita e as senhas serão distribuídas com 30 minutos de antecedência. O Itaú Cultural fica na Av. Paulista, 149, e o auditório tem capacidade para 120 pessoas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.