Ziraldo
Ziraldo

Há 40 anos, Ziraldo lançava 'O Menino Maluquinho', um marco na literatura infantil

Cartunista faz aniversário na mesma data, 24 de outubro, completando agora 88 anos

Eliana Silva de Souza, O Estado de S.Paulo

24 de outubro de 2020 | 10h01

Um menino que faz muita gente se identificar com ele, sejam as crianças ou mesmo os adultos que lembram da infância. O certo é que o personagem central do livro O Menino Maluquinho se mantém presente na memória dos leitores, que se divertem ao ver as estripulias desse garoto, que foi criado por Ziraldo em 1980. E ele completa neste sábado, 24, incríveis 40 anos desde de seu lançamento. Mesmo dia, aliás, que seu autor comemora seus 88 anos de vida.

Essa é a história de um menininho muito esperto, que tinha macaquinhos no sótão e fazia muita confusão. Ele tem uns 8 ou 9 anos, idade que não se tem parada mesmo. Criativo demais, tem ideias que sobram, sempre maquinando alguma travessura para fazer junto com os amigos.

Esse garotinho traquinas, que usa uma panela como chapéu, extrapolou as páginas do livro, virou série animada, gibi, peça de teatro e dois filmes. Não só isso, desde seu lançamento, teve 129 edições, que conquistaram mais de 10 países, vendendo cerca de 4 milhões de exemplares. Uma realização para Ziraldo, que sempre enfatiza a importância de os pais encherem suas casas de livros.

E tanto é seu sucesso com o público jovem, e que vem passando de geração em geração, que O Menino Maluquinho saltou das páginas do livro escrito por Ziraldo para as telas do cinema, os palcos dos teatros e para a tela da TV. Ganhou o formato de animação em 2006, direção de César Rodrigues e roteiro de Cao Hamburguer e Anna Muylaert. Foi transformado em filme, dois na verdade, protagonizado pelo então ator-mirim Samuel Costa. O primeiro foi dirigido por Helvécio Ratton, em 1995, e o outro contou com a direção de Fernando Meirelles e Fabrizia Pinto, e foi lançado em 1998. No teatro, chegou em formato de musical, em 2014, com o ator João Lucas Martins no papel do Maluquinho, contando com direção de Daniela Stirbulov.

Em 2018, foi lançado o livro MMMMM – Mônica e Menino Maluquinho na Montanha Mágica, que fazia um crossover dos personagens criados por Ziraldo e por Mauricio de Sousa, com história de Manuel Filho. “Ziraldo é para um leitor com uma outra cabeça, mas felizmente os nossos leitores se dão bem. A pegada do Ziraldo é um pouquinho mais avançada nos temas. A minha é mais ingênua, mais roceira aqui, simplesinha ali”, definiu Mauricio sobre o amigo, em entrevista ao Estadão, na época do lançamento.

E acaba de chegar ao mercado, uma edição especial de O Menino Maluquinho, limitada e de luxo, pela Editora Melhoramentos. 

Trecho de abertura do livro 'O Menino Maluquinho':

Era uma vez

um menino maluquinho

Ele tinha o olho maior que a barriga

tinha fogo no rabo

tinha vento

nos pés

umas pernas enormes

(que davam para abraçar o mundo)

e macaquinhos no sótão

(embora nem soubesse

o que significava

macaquinhos no sótão).

 

Tudo o que sabemos sobre:
Ziraldoliteratura infantil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.