Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Michelle Quint
Michelle Quint

Fora da Amazon: Dave Eggers prioriza livrarias independentes no lançamento de seu novo livro

'The Every', continuação do best-seller 'O Círculo', será lançado em capa dura só em livrarias independentes, em outubro, e em brochura seis meses depois em qualquer livraria

Elizabeth A. Harris, The New York Times

22 de junho de 2021 | 20h00

Dave Eggers tem um novo livro a ser lançado no outono do hemisfério norte chamado The Every (O Todo, em tradução livre). Mas você não conseguirá comprá-lo nos lugares de sempre, pelo menos não imediatamente.

A edição de capa dura de The Every será publicada pela McSweeney’s, editora que Eggers fundou em 1998, e seu lançamento está marcado para o dia 5 de outubro, mas apenas em livrarias independentes. O romance terá pelo menos 32 capas diferentes distribuídas aleatoriamente.

Seis semanas depois, a Vintage publicará o e-book e a edição brochura do livro, que terão apenas uma capa. Eles estarão disponíveis em todos os lugares, assim como a versão em audiolivro, que será lançada no mesmo dia.

Mas você continuará sem conseguir comprar a edição capa dura na Amazon. Essa versão estará disponível apenas nas livrarias independentes e no site da McSweeney’s.

“Não gosto de valentões”, escreveu Eggers em um e-mail. “A Amazon vem atacando as livrarias independentes há décadas.”

O romance acompanha uma ex-guarda florestal e cética da tecnologia, Delaney Wells, enquanto ela tenta destruir um poderoso monopólio de dentro: uma empresa chamada The Every, formada quando o site mais poderoso do mundo de comércio eletrônico se funde à maior empresa de rede social e mecanismo de busca.

“Um dos temas do livro é o poder dos monopólios de ditar nossas escolhas, então parecia uma boa oportunidade de retroceder um pouco contra o monopólio, da Amazon, que atualmente domina o mundo dos livros”, ele disse. “Então começamos a investigar quão viável seria disponibilizar a edição capa dura apenas em livrarias independentes. E descobrimos que é muito, muito difícil.”

Eggers disse que até mesmo distribuir o livro de uma maneira que deixasse a Amazon de fora foi um desafio, porque o acordo habitual da McSweeney’s com sua distribuidora, a Baker & Taylor Publisher Services, impedia a editora de contornar a gigante do varejo. A Vintage, que faz parte da Penguin Random House, também não tinha condições de ignorá-la.

“Somos agnósticos em relação ao varejo”, disse Paul Bogaards, editor adjunto e diretor de comunicações da Knopf e da Pantheon. Mas esse arranjo, disse ele, é bom para todas as partes envolvidas.  “Os livros ganham mundo e estão apoiando os indies”, disse Bogaards a respeito do lançamento da edição capa dura, “e seis semanas depois recebemos a brochura comercial, o que é ótimo para nós”.

The Every é uma sequência de O Círculo, um grande sucesso que vendeu 750 mil cópias. Mas Bogaards disse que, quando o novo romance for publicado, a Vintage espera ver um aumento nas vendas do trabalho anterior de Eggers que vai além de apenas O Círculo. Eggers tem 15 títulos já publicados disponíveis pela Vintage, um catálogo que vendeu milhões de cópias, e todos os seus livros serão relançados ao longo do próximo ano.

Por mais incomum que este plano de vendas seja, não é a primeira vez que Eggers tem acordos editoriais pouco convencionais. Em 2002, ele também contornou a Amazon, distribuindo a edição capa dura de You Shall Know Our Velocity (Você vai conhecer nossa velocidade, em tradução livre) diretamente em cerca de 500 livrarias independentes. “Mas, sem dúvida”, disse ele em relação à Amazon, “o alcance deles aumentou dramaticamente desde então”.

“Ficamos muito acostumados a deixar os algoritmos e os monopólios tomarem algumas decisões por nós”, disse Amanda Uhle, editora da McSweeney's. “Não vamos quebrar todo o sistema com essa decisão, não estamos tentando fazer isso. Mas se abrirmos a porta para alguém sair dele, entrar na livraria da esquina e descobrir o que há lá, isso será uma vitória.” / TRADUÇÃO DE ROMINA CÁCIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.