Olivia Harris/Reuters
Olivia Harris/Reuters

Filho de 'Harry Potter' começa as aulas em Hogwarts, diz autora

J. K. Rowling tuítou sobre o primeiro dia de aula de James Potter, que foi escolhido para a Casa Grifinória

EFE

02 Setembro 2015 | 16h04

Esta é a semana de volta às aulas na Europa, incluindo para o filho do bruxo Harry Potter, James Sirius Potter, anunciou a escritora britânica J.K. Rowling em sua conta no Twitter.

"Estou em Edimburgo. Será que alguém pode desejar boa sorte de minha parte a James S. Potter na estação ferroviária King's Cross? Ele começa em Hogwarts hoje", escreveu a escritora na terça-feira, 1, provocando entusiasmo entre os fãs da série.

Em uma segunda mensagem postada no final do dia, ela anunciou que o garoto de 11 anos havia sido escolhido para Grifinória, mesma casa anunciada pelo chapéu seletor para seu pai quando este frequentou a escola de bruxos imaginária localizada na Escócia.

"Acabo de saber que James S. Potter entrou (sem surpresa) para a Grifinória", anunciou J.K. Rowling, que escreve regularmente notícias de seus heróis desde a publicação do último livro da série de sete volumes de sua saga, publicado em 2007.

Em meados de 2014, ela 'ressuscitou' Harry Potter pela primeira vez, com a publicação de um texto no qual ele e seu grupo de amigos voltava a Hogwarts durante um Torneio Mundial de Quadribol, esporte jogado sobre vassouras.

No final do ano, também publicou 12 contos inéditos mergulhando no universo do jovem mago em www.pottermore.com, o site dedicado ao mundo da saga. Harry Potter é um dos maiores sucessos editoriais da história, com mais de 450 milhões de cópias vendidas em todo o mundo. As adaptações para o cinema também quebraram todos os recordes, com mais de sete bilhões de dólares em receitas.

Mais conteúdo sobre:
J.K. RowlingHarry Potter

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.