Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Feira do Livro da Unesp, online, dá desconto de pelo menos 50% até domingo, 8

Participam mais de 150 editoras, como Companhia das Letras, Todavia e Editora 34

Redação, O Estado de S.Paulo

02 de maio de 2022 | 11h39

A quarta edição da Feira do Livro da Unesp começou na manhã desta segunda, 2, e segue até o próximo domingo, 8, de forma virtual, com descontos de, pelo menos, 50% nas obras. São mais de 150 editoras participantes, entre elas, nomes como Companhia das Letras, Todavia e Editora 34.

Para acessar a lista de livro oferecidos por cada editora é fácil. O site da Feira tem um espaço em que todas as editoras participantes são listadas, com informações de contato e um botão que redireciona o leitor para a loja virtual da editora escolhida. 

Além disso, o público terá acesso a uma programação cultural. A partir das 11h de segunda, o brasilianista James Green realiza uma conferência, que será transmitida pelos canais da Editora Unesp no YouTube e no Facebook. 

Na ocasião, o pesquisador lança a terceira edição revista e ampliada de sua obra, hoje clássica, Além do carnaval - A homossexualidade masculina no Brasil do século XX. Participam também da live o reitor da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Pasqual Barretti, e o diretor-presidente da Fundação Editora da Unesp, Jézio Hernani Bomfim Gutierre.

Entre as obras da Editora 34, estão Escute as feras, de Nastassja Martin, que pode ser adquirida com desconto de 50%, por R$ 26,50. Também pela metade do preço, dá para comprar A interessante narrativa da vida de Olaudah Equiano, de Olaudah Equiano, que sai por R$ 39,00. O livro é considerado um dos mais importantes documentos da história da escravidão, publicado em Londres em 1789 e transformou-se de imediato num libelo contra o tráfico negreiro.

Na editora Cobogó, dá para comprar títulos como Medida provisória: Diário do diretor, de Lázaro Ramos, sobre o filme que está em cartaz nos cinemas, custando R$ 46,00. O livro Nara Leão: Nara - 1964, sobre o primeiro disco da cantora, lançado em 1964, escrito por Hugo Sukman e pode ser adquirido por R$ 24,95.

Da Editora Leya, leitores podem adquirir kits como o do livro 1824 - A Alemanha no Brasil, que acompanha caneca e ecobag, custando R$ 80,40. Também tem o livro Os últimos czares - Uma breve história não contada dos Romanovs, por R$20. O livro do escritor e pesquisador Paulo Rezzutti traz os últimos czares da Rússia imperial, que foram presos e depostos do poder pelos bolcheviques durante a revolução de outubro de 1917 e assassinados em 1918. 

Na Martins Fontes dá para comprar o livro Mafalda, Feminino Singular, por R$ 22,45. O livro de Quino reúne tiras da Mafalda em que a personagem questiona o papel e o espaço da mulher no mundo, começando em casa. Já o livro As três fugas de Hannah Arendt é um retrato de uma mulher complexa, controversa, com graves defeitos e uma indiscutível coragem. Escrito por Ken Krimstein, está disponível por R$ 42,45.

Na Todavia dá para adquirir por R$ 34,95, A Casa: A História da Seita de João de Deus, de Chico Felitti, sobre os bastidores da seita religiosa criada por João de Deus, acusado de assédio sexual e outros crimes. Também à venda por metade do preço, R$ 48,45, está Portas Fechadas, uma análise abrangente da "crise do coronavírus", abordando não apenas o impacto na economia global e suas consequências geopolíticas, mas também seus efeitos na ciência, no meio ambiente, na educação, na cultura e no comportamento dos indivíduos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.