REUTERS/Tomas Bravo/Files
REUTERS/Tomas Bravo/Files

Exemplar roubado de 'Cem Anos de Solidão' é encontrado na Colômbia

Polícia do país recuperou o livro, uma primeira edição autografada por Gabriel García Márquez

EFE

08 Maio 2015 | 21h28

 BOGOTÁ - A polícia da Colômbia recuperou um exemplar da primeira edição de Cem Anos de Solidão autografado por Gabriel García Márquez que havia sido roubado de uma vitrine na Feira Internacional do Livro de Bogotá, informaram nesta sexta-feira, 8, fontes oficiais.

O diretor da polícia, general Rodolfo Palomino, agradeceu por meio de sua conta no twitter os policiais que conseguiram recuperar o livro, sem dar mais detalhes.

O livro é um exemplar da primeira edição, publicada pela Editorial Suramericana em 1967 e tem uma dedicatória do autor para Álvaro Castillo, proprietário da relíquia. "Para Álvaro Castillo, el librovejero, como ayer y como siempre. Su amigo, Gabriel", diz a mensagem.

O roubo do livro foi detectado à noite de sábado pelos organizadores da Feira, que neste ano homenageou Macondo, o lugar ficcional criado por García Márquez. 

Mais conteúdo sobre:
Gabriel García Márquez

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.