Reprodução
Reprodução

Estante: Confira oito dicas de leitura

De Adalgisa Nery e Zygmunt Bauman a 'Harry Potter', de romance a livro infantil; veja alguns títulos recém-lançados no País

Maria Fernanda Rodrigues, O Estado de S. Paulo

22 Agosto 2015 | 15h05

Adalgisa Nery (1905-1980) foi poeta, romancista, contista e deputada do Estado da Guanabara por três mandatos. Teve uma história de vida complicada - ficou órfã de mãe aos 8, viúva aos 29, perdeu cinco dos seus sete filhos -, conviveu com Manuel Bandeira, Murilo Mendes e Villa-Lobos e deixou uma importante, que começa a ser resgata pela José Olympio. Por ora, saiu A Imaginária, mas a editora prevê, ainda, o relançamento de Neblina, dois volumes de contos e um livro de poemas.

Confira este e outros sete títulos dos mais variados gêneros e destinados a diferentes públicos, que já são encontrados nas livrarias.

  

A IMAGINÁRIA

Autora: Adalgisa Nery

Editora: José Olympio

Trinta e cinco anos depois da morte da Adalgisa Nery (1905-1980), a editora começa reeditar sua obra. Este romance feminino de formação e “quase-biográfico”, como colocado por sua biógrafa Ana Arruda Callado, narra a história de Berenice desde a infância com os pais, a perda da mãe, a passagem por orfanato, a relação com a madrasta, o casamento infeliz, a morte por tuberculose.

NO MAR

Autor: Toine Heijmans 

Tradução: Mariângela Guimarães

Editora: Cosac Naify (160 págs., R$ 32,90)

Um homem na casa dos 40 anos ganha um período sabático da empresa onde trabalha há 15 anos, e onde já não se encaixa mais, e sai em viagem pelo Mar do Noite. O trecho final, feito na companhia da filha de 7 anos, revela-se um pesadelo quando a menina desaparece. Primeiro romance do jornalista holandês, ele será lançado com a presença do autor do Café Amsterdã, festival de literatura holandesa, que será realizado em São Paulo (26 a 30/8) e no Rio (31/8 a 4/9)

Leia a entrevista de Toine Heijmans sobre 'No Mar'

UM REPÓRTER NA MONTANHA MÁGICA

Autor: Andy Robinson

Tradução: Luis Carlos Moreira da Silva

Editora: Apicuri (224 págs.; R$ 39)

Em seu livro, que tem como subtítulo ‘Como a Elite Econômica de Davos Afundou o Mundo’, o jornalista britânico formado em ciências econômicas trata de questões como filantropia, evasão fiscal e crise econômica tenho como cenário a Suíça, considerada pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) como um paraíso fiscal, e inspiração para ‘A Montanha Mágica’, clássico que Thomas Mann que permeia esta história sobre economia.

OS MUITO, MUITO RICOS E COMO ELES CONSEGUIRAM CHEGAR LÁ

Autor: Max Gunther

Tradução: Jorge Ritter

Editora: Best Business (400 págs.; R$ 45)

Formado em Princeton e filho de banqueiro, autor analisa a trajetória de 15 americanos que fizeram fortuna nas décadas de 1960 e 1970. Muitos deles vieram de famílias pobres e todos tinham uma característica comum: a capacidade de arriscar. Publicada originalmente em 1972 e atemporal, obra resgata nomes como Conrad Hilton, fundador da rede de hotéis Hilton, e J. Paul Getty, criador do Getty Oil Company

A RIQUEZA DE POUCOS BENEFICIA TODOS NÓS?

Autor: Zygmunt Bauman

Tradução: Renato Aguiar

Editora: Zahar

Um dos mais importantes sociólogos da atualidade e autor de obras como Amor Líquido, Zygmunt Bauman analisa as premissas de que a riqueza de poucos beneficia todos nós e desconstrói esta ideia. Na obra, ele mostra como o individualismo de consumo é a ideologia que justifica o enriquecimento dos já muito ricos.

APRENDIZAGEM - HEINER MÜLLER E O MODELO BRECHTIANO

Autor: Luciano Gatti

Editora: Edusp (232 págs.; R$ 38)

Para Heiner Müller (1929-1995), as peças de aprendizagem, série cujo propósito era superar a divisão de trabalho entre quem assiste a um espetáculo e quem o produz, eram o aspecto mais avançado da produção de Bertolt Brecht (1898-1956). Müller as elege como terreno mais propício ao confronto com a tradição do teatro dialético. Dialogando com teóricos como Benjamin e Adorno, o filósofo Luciano Gatti analisa essa relação entre  Müller, as peças de aprendizagem e sua própria produção.

OS LUGARES MÁGICOS DOS FILMES DE HARRY POTTER

Autora: Jody Revenson

Tradução: Regiane Winarski

Editora: Galera Record (208 págs.; R$ 150)

Os oito filmes do bruxinho têm seus cenários reproduzidos e explicados nesta obra ricamente ilustrada que inclui, ainda, imagens inéditas de bastidores. Fotos das locações reais usadas nas filmagens, feitas no interior da Inglaterra, País de Gales e Escócia. A Câmara Secreta, a Biblioteca, a Plataforma Nove e Meio. Está tudo lá, transposto das páginas dos livros de J. K. Rowling para os filmes e agora, de novo, para livro.

NÃO DERRAME O LEITE!

Autor: Stephen Davies

Ilustração: Christopher Corr

Tradução: Helena Carone

Editora: Pequena Zahar (32 págs.; R$ 39,90)

A pequena Penda vive num vilarejo africano com a mãe e as tias. Era época de chuvas, então seu pai estava nas pastagens cuidando das ovelhas. Ela pede à mãe que a deixe levar uma tigela de leite a ele, e lá vai ela equilibrando a vasilha em sua cabeça, atravessando dunas e rios e encontrando pelo caminho girafas, espíritos e mascarados. Não podia se distrair, não podia derramar o leite nesta prova de amor ao pai.

Mais conteúdo sobre:
CulturaLiteratura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.