Paulo Pinto / Estadão - 18-4-1995
Paulo Pinto / Estadão - 18-4-1995

Escritora paulistana Zulmira Ribeiro Tavares morre aos 88 anos

Além de romancista, a autora era contista e poeta; venceu o Jabuti em 1991 com o romance 'Joias de Família'

O Estado de S.Paulo

11 Agosto 2018 | 12h41

Morreu na quinta-feira, 9, a escritora Zulmira Ribeiro Tavares, aos 88 anos. Ela estava internada desde o dia 7 de agosto no Hospital Oswaldo Cruz, em São Paulo, e não conseguiu superar uma pneumonia.

Nascida em 27 de junho de 1930, na cidade de São Paulo, Zulmira, além de romancista, era contista e poeta. Entre suas obras, estão Termos de Comparação, de 1974, O Nome do Bispo, de 1985, Joias de Família, de 1990, e Café pequeno, de 1995. Sendo que seus últimos trabalhos foram os livros Região e Vesúvio, ambos publicados em 2012. 

Com o romance Joias de Família, a escritora foi reconhecida com o Prêmio Jabuti, em 1991.

Algumas de suas obras ganharam tradução para o italiano e o alemão.

Em texto de 2013, Vinicius Jatobá escreveu sobre Zulmira:

Ela pode não ser uma Lispector, mas Lispector não é uma Zulmira. E esse outro lado da equação é libertador

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.