David LIVINGSTONE / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP
David LIVINGSTONE / GETTY IMAGES NORTH AMERICA / AFP

Escritora americana Mary Higgins Clark, a ‘rainha do suspense’, morre aos 92 anos

Uma das autoras com mais livros vendidos no mundo, Clark escreveu clássicos do suspense como 'Onde estão as crianças?'

Redação, AFP e EFE

01 de fevereiro de 2020 | 06h02

A escritora americana Mary Higgins Clark, conhecida por seus fãs como "a rainha do suspense", morreu aos 92 anos, confirmou seu editor nesta sexta-feira, 31. Clark é uma das autoras mais vendidos do mundo, que continuou escrevendo até um ano atrás, morreu "cercada por familiares e amigos", relatou Simon & Schuster.

Desde seu primeiro sucesso, Onde Estão As Crianças?, de 1975, Clark escreveu cerca de cinquenta romances, dos quais vendeu mais de 100 milhões de cópias, especialmente nos Estados Unidos. 

Nascida em Nova York, no Bronx, em 24 de dezembro de 1927, em uma família modesta de origem irlandesa, Mary Theresa Eleanor Higgins Clark explicou que estava interessada em escrever aos sete anos de idade. Sendo muito jovem, seu pai morreu de ataque cardíaco e sua mãe teve que criar os três filhos sozinha. Isso forçou Clark a trabalhar aos 15 anos.

Casou-se aos 20 anos com Warren Clark, com quem teve cinco filhos. Mas muito em breve, aos 35 anos, ela ficou viúva. Para sustentar toda a família, a escritora iniciante tentou vender seus contos e recebeu até 40 cartas de rejeição de editores até ser publicada.

Onde Estão As Crianças? foi um sucesso desde a sua publicação. Atualmente está sendo reeditado e já está em sua 75ª edição. Seu próximo trabalho, Alguém Espia Nas Trevas (1977), fez dela milionária. Muitos de seus romances de mistério foram adaptados à televisão ou a filmes como os dois citados e Perigosa Obsessão.

Autora muito prolífica nos gêneros policial, suspense e mistério, cada um de seus romances se tornou um best-seller nos Estados Unidos e em vários países europeus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.