Sarah Wood/Divulgação
Sarah Wood/Divulgação

Escritora Ali Smith vence o Prêmio Costa com 'How to be Both'

Foram premiados, ainda, autores britânicos em outras quatro categorias; grande prêmio será anunciado no dia 27 de janeiro

Reuters

05 Janeiro 2015 | 18h43

O inventivo How to be Both, de Ali Smith, dividido em duas partes - em que cada uma delas inicia com um personagem distinto - , foi o vencedor do Prêmio Costa de Literatura (para livros publicados em 2014). O anúncio foi feito nesta segunda-feira, dia 5. 

Aclamado pela crítica, o romance, que também foi finalista do Booker Prize, traz as histórias individuais de George e Franchescho, um deles um adolescente nos anos 1960 e o outro um jovem artista do século 15, e pode ser lido em qualquer ordem.

Vencedora do mesmo prêmio em 2005 por The Accidental, o livro de Ali Smith vai concorrer com os premiados nas outras quatro categorias ao grande prêmio, a ser anunciado dia 27.

Elizabeth is Missing, de Emma Healey, narrado por uma idosa com demência, ganhou na categoria romance de estreia. H is for Hawk, de Helen Macdonald, seu relato pessoal sobre o adestramento de um gavião como forma de elaborar o luto pela morte do pai, foi o vencedor em biografia. O professor Jonathan Edwards ganhou em poesia com o livro de estreia My Family and Other Superheroes. E a escritora e jornalista Kate Saunders ganhou na categoria infantil com Five Children on the Western Front, situado na Primeira Guerra Mundial.

No total, 640 livros foram inscritos. Os vencedores ganharam 5 mil libras cada um. O prêmio reconhece o trabalho de autores nascidos no Reino Unido e na Irlanda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.