YouTube / @Gilberto Gil
YouTube / @Gilberto Gil

Eleição de Gilberto Gil para ABL repercute entre colegas e amigos

O cantor e compositor Gilberto Gil foi eleito imortal da Academia Brasileira de Letras na tarde desta quinta-feira, 11; Ele vai ocupar a cadeira de número 20

Daniel Silveira, O Estado de S.Paulo

11 de novembro de 2021 | 18h47

O cantor, compositor, multi-instrumentista e produtor Gilberto Gil foi eleito o mais novo imortal da Academia Brasileira de Letras na tarde desta quinta-feira, 11. A eleição para a cadeira de número 20. Concorreram para a vaga o poeta Salgado Maranhão e o autor e crítico literário Ricardo Daunt.

Gil publicou um agradecimento em sua conta no Instagram. "Obrigado a todos pela torcida e obrigado aos agora colegas de Academia pela escolha", escreveu o artista, que passará a ocupar a cadeira que ficou vaga após a morte do advogado, escritor e jornalista Murilo Melo Filho, em maio de 2020.

A cineasta Petra Costa comemorou a eleição do artista baiano para a ABL: "Viva Gil", escreveu em sua conta no Twitter. 

O também imortal Paulo Coelho fez uma publicação no Twitter após a eleição parabenizando o novo colega de Academia. "Parabéns, ser de luz Gilberto Gil. Fico contente que um dos 22 votos foi meu - e não podia ser diferente. O tempo trabalha a nosso favor, os sinistros acabam perdendo no final", escreveu em sua conta na rede social.

A filha do mais novo imortal, Bela Gil, usou uma foto de quando ela era criança para celebrar a eleição do pai. "Uma foto nossa que eu amo pra celebrar vc papai", disse.

Na postagem de Gil no Instagram, amigos e colegas parabenizaram o compositor. Um deles foi do cantor Luiz Caldas: "Muito merecido mesmo! O Brasil deve se sentir orgulhoso de ter Gilberto Gil como filho! Mestre", disse o baiano. Já Leoni disse que "é a Academia que ganha! O Brasil é maior por sua causa", em resposta à publicação de Gil. A cantora Zélia Duncan foi suscinta ao parabenizar o artista: "Tão lindo e merecido!", escreveu em resposta à foto publicada por ele. Outro que também apareceu por lá para celebrar foi o cantor e compositor Rodrigo Lampreia 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.