Criadora de Harry Potter processa grupo por cópia de Hogwarts

J.K. Rowling, autora da sérieHarry Potter, está processando um grupo comunitário da Índiapor quebra de copyright ao recriar a Escola de Magia e Bruxariade Hogwarts para um festival religioso, informaram membros dogrupo nesta quinta-feira. A autora britânica e a Warner Brothers, que controla dosdireitos para a série na Índia, estão pleiteando umaindenização de 2 milhões de rúpias (50 mil dólares) do grupocomunitário localizado na cidade de Kolkata. Advogados representando Rowling confirmaram que a petiçãofoi feita na Alta Corte de Deli, mas não quiseram dar maisdetalhes, dizendo que eles poderiam estar sob segredo judicial. O grupo é acusado de erguer uma maciça estrutura na formada Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts para um festivalHindu da deusa Durga, que celebra a morte de um demônio porsuas mãos e a vitória do bem sobre o mal. A estátua da deusa de 10 braços sentada em um leão,apunhalando um demônio emergindo de um búfalo domina aestrutura e os organizadores estão planejando também incluirmodelos em tamanho real de Harry Potter e seus amigos. "Nós não sabíamos que tínhamos de buscar permissão daautora", disse Santanu Biswas, secretário do Comitê FD BlockPuja Committee de Salt Lake, o grupo comunitário que desenhou epagou para os artistas fazerem a obra. "Nosso advogado em Deli vai aparecer diante da corte amanhãpara explicar nosso lado". A polêmica estrutura foi construída para se assemelhar aocastelo de Hogwarts, a escola onde Harry Potter e seus colegasaprendem magia. Os organizadores disseram que uma imitação deum trem a vapor também está sendo construído, em homenagem aoExpresso de Hogwarts. O festival de quatro dias de Durga Puja, que começa dia 17de outubro, é o maior evento Hindu no leste da Índia. Somenteem Kolkata, mais de 10 mil "pandals" -- estruturas elaboradas ecom vários temas-- são montadas para venerar a deusa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.