NYT
NYT

Conto inédito de Mark Twain é encontrado

Texto inacabado do escritor norte-americano fala de um garoto que come uma flor e consegue se comunicar com animais

NYT, O Estado de S. Paulo

21 Janeiro 2017 | 18h06

Numa noite há 140 atrás, Samuel Clemens contou às duas filhas, Clara e Susie, uma história de um pobre garoto que come uma flor e ganha o poder de falar com os animais. Contos de ninar faziam parte da rotina noturna da família Clemens, mas algo fez com que o patriarca, mais conhecido como o escritor norte-americano Marl Twain, não concluísse essa história, que ficou perdida no tempo até ser reencontrada pelo acadêmico John Bird ao pesquisar os arquivos do escritor na Universidade da Califórnia, em Berkeley.

O conto recentemente encontrado chama-se Oleomargarine e já foi vendido à editora Doubleday Books, que vai publicar ainda este ano a versão reimaginada da história pela dupla Philip e Erin Stead, respectivamente escritor e ilustrador, que criaram um livro de 152 páginas com animais falantes, gigantes, dragões, um príncipe raptado e um rei mágico. A versão dos dois é um aggiornamento pós-moderno do conto de Twain, em que o próprio escritor surge como um dos personagens para discutir com o novo autor, Philip Stead, os rumos de sua história original.

O manuscrito de Twain tem apenas 16 páginas e começa com um pobre e faminto garoto, Johnny, que ganha uma semente de poderes mágicos. Ao virar uma flor, ele a come e descobre que consegue entender os animais. Ele e os bichos saem à procura do príncipe Oleomargarine, raptado por gigantes e mantido preso numa caverna protegida por dragões.

Mais conteúdo sobre:
Universidade da Califórnia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.