Divulgação
Divulgação

Comissão do Prêmio Jabuti desclassifica três obras finalistas

Decisão que eliminou finalistas das categorias poesia, tradução e teoria/crítica literária foi tomada em reunião extraordinária nesta sexta-feira

estadao.com.br,

23 de setembro de 2011 | 19h44

SÃO PAULO - A Comissão do Prêmio Jabuti, láurea literária mais importante do país, desclassificou em uma reunião extraordinária realizada nesta sexta-feira três obras finalistas.

 

As publicações desclassificadas foram As Horas de Kathatina, de Bruno Tolentino (Record), O Outono da Idade Média, de Johan Huizinga (Cosac Naify) e Itinerário de uma Falsa Vanguarda, de Antonio Arnoni Prado (Editora 34).

 

As três obras estavam inscritas em categorias diferentes; poesia, tradução e teoria/crítica literária, respectivamente. Foram selecionadas as seguintes obras para substituir as eliminadas:

 

Dois, de Érico Nogueira (É realizações Editora)

Estranho Interlúdio, de Alípio Correia de Franca Neto (Editora da USP)

Coleção Ciranda da Poesia, de Ítalo Moriconi (Eduerj)

 

Em nota, a Câmara Brasileira do Livro lamentou o acontecimento e afirmou que providências serão adotadas para evitar novos equívocos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.