FOTO TIAGO QUEIROZ/ESTAD?O
FOTO TIAGO QUEIROZ/ESTAD?O

Charles Cosac deixa a direção da Biblioteca Mário de Andrade

Após saída de André Sturm, editor deixou o posto; Alê Youssef é o novo secretário municipal de cultura

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de janeiro de 2019 | 23h53

O editor Charles Cosac pediu demissão da direção da Biblioteca Mário de Andrade, em São Paulo, nesta terça, 15. No cargo desde janeiro de 2017, Cosac foi escolhido na época pelo então secretário de Cultura do município, André Sturm, para ocupar o posto no lugar de Luiz Armando Bagolin. A saída de Cosac ocorre um dia depois da demissão de André Sturm do cargo de secretário pelo prefeito Bruno Covas. Sturm foi substituído pelo produtor cultural Alê Youssef. 

Cosac comunicou sua saída a seus funcionário por mensagem. Em um trecho do texto, ele diz: “Infelizmente, ante os fatos recentemente divulgados, mais particularmente o que tange à saída do querido secretário Sturm da SMC, não me é humanamente possível continuar a ocupar o cargo de diretor da Biblioteca Mário de Andrade. Portanto, peço que vejam não se tratar de uma iniciativa minha, e sim, como Francis Bacon diria, da ‘brutalidade do fato’. Cargo muito mal remunerado, porém disputado, pela pompa que ele confere. Nunca me impressionei, mas lhes confesso que me apaixonei, não de súbito, paulatinamente, paulistanamente. E é com amargura que ora me despeço”. Procurado pelo Estado, Charles Cosac não quis comentar o assunto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.