Reprodução de capa da edição 87 do quadrinho 'Asa Noturna' ('Nightwing')/DC Comics
Reprodução de capa da edição 87 do quadrinho 'Asa Noturna' ('Nightwing')/DC Comics

CCXP: confira os principais lançamentos dos quadrinhos para 2022

Obras de Disney, Marvel, DC e mangás tiveram destaque em paineis de editoras como Panini, Comix Zone e Conrad neste sábado, 4

André Carlos Zorzi, O Estado de S.Paulo

04 de dezembro de 2021 | 17h33

Durante o primeiro dia da CCXP Worlds 21, paineis das editoras Panini, Comix Zone e Conrad destacaram os principais lançamentos do mundo dos quadrinhos previstos para 2022 envolvendo personagens conhecidos da Disney, Marvel, DC e mangás.

O painel da Panini destacou entre os super-heróis uma edição especial de Shambhala e uma encadernada de Dr. Estranho com a fase completa de Jason Aaron, além de Guerra Civil 2, Daredevil - A Saga do Demolidor e Uncanny X-Force: Omnibus. Os fãs também contarão com o álbum Marvel Versus. Quanto aos mangás, Blue Period, que originou a produção presente na Netflix, Kaijuu nº 8, Demon Slayer e dois volumes grandes de Bleach: Remix, além do álbum de One Piece.

Em relação aos quadrinhos Disney publicados no Brasil pela editora, destaque para Mickey - Melodia Misteriosa, releitura com traços mais limpos sobre a forma como o personagem símbolo de Walt Disney conheceu sua namorada, Minnie, e Silly Symphonies, que resgata tirinhas publicadas em jornais norte-americanos nas primeiras décadas do século 20.

A Comix Zone abordou alguns de seus lançamentos para o primeiro semestre de 2022. Not All Robots, de Mark Russell. A obra trata de um mundo em que robôs exercem diversas profissões e ocupam as casas como "provedores". Mike Deodato Jr., que faz os desenhos, comentou sobre a forma de retratar personagens robotizados, explicando o porquê de eles não terem rostos humanizados: "Para mim seria trapacear. Queria fazer eles com cara de robô, sem emoção, mesmo, e passar isso através do gestual e posturas".

Joe Olman, autor de Pai de Mentira (Fictional Father), que aborda um pai que é famoso por publicar as tirinhas Chapa e Chapinha, de relação amorosa entre pai e filho, enquanto seu relacionamento paternal na vida real é desastroso. "O livro é principalmente sobre sobreviver a pais ruins e, com sorte, não acabar igual a eles. É também uma carta de amor à arte dos quadrinhos", explicou Olman na CCXP.

Há ainda O Corso, que explora um mundo em que existe uma guerra entre cães e gatos, com um piloto canino dando o nome à obra. O autor Danilo Beirute revelou inspiração em quadrinhos conhecidos como Asterix e Tio Patinhas para composição da obra.

Por parte da Conrad Editora, versões impressas de Alho-Poró, de Bianca Pinheiro, e Duo.tone, de Vitor Cafaggi. "Se tudo der certo, vai ter bastante coisa a mais do que a versão lançada em 2011", disse o autor.

A DC Comics proporcionou na CCXP um bate-papo entre Tom Taylor, Bruno Redondo e Adriano Lucas, respectivamente autor, ilustrador e colorista de Asa Noturna (Nightwing), mediado por Jessica Chen. A respeito da edição 87 do quadrinho, Tom explicou sobre a ideia de contar a história com páginas sem quebra de painel, o que representa um desafio técnico adicional."Tentar enquadrar toda a passagem de tempo que o Tom sugeriu, a sequência para que nunca perca o Asa Noturna da cena foi muito complicado. Vocês não tem ideia do trabalho que deu, mas tenho orgulho daquilo ali, foi a coisa mais legal que já fiz em questão de cor", citou o brasileiro Adriano. 

Segundo dia de CCXP

Quanto aos anúncios de domingo, 5, destacam-se, por parte da Maurício de Sousa Produções, o crossover entre Garfield e Turma da Mônica. a 'super saga do fim do mundo' da Turma da Mônica Jovem, escrita por Emerson Abreu, deve ganhar nova edição em formato especial, e será lançada também uma edição de Biblioteca Maurício de Sousa, praticamente um "trabalho de arqueologia" com informações extras raras e "coisas que nem o Maurício lembra", segundo os editores. No embalo do filme Turma da Mônica - Lições, também será criado um álbum.

Na coleção Graphic MSP, há ainda as HQs Astronauta VI, de Danilo Beyruth, Denise, de Cora Ottoni, Anjinho, de Max Andrade, e Mingau, de Ana Cardoso, que têm como foco os personagens-título.

A Panini ainda destacou os quadrinhos BZRKR, de Keanu Reeves, e Star Wars Omnibus, com foco em Darth Vader. Quanto à DC Comics, Batman/Superman - World's Finest - The Silver Age Vol. 01, Lendas do DC Universe - Kamandi e The Other History of DC Universe.

* Atualizado às 22h18 de 5 de dezembro de 2021 com inclusão de informações referentes ao segundo dia de CCXP. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.