Autora de 'Harry Potter' vai a tribunal de NY para barrar livro

A autora dos livros "Harry Potter",J.K. Rowling, disse nesta segunda-feira que a tentativa de umfã de publicar uma enciclopédia não autorizada sobre o jovemmago a deixou sem a certeza de que terá ânimo para lançar suaprópria versão. Steve Vander Ark escreveu "The Harry Potter Lexicon", umlivro de referência de 400 páginas baseado em seu popular sitede fãs www.hp-lexicon.org. Rowling e a Warner Bros. estãoprocessando a RDR Books, que planejou publicar o livro emnovembro passado. Rowling, 42 anos, disse que tem planos de lançar suaprópria enciclopédia Harry Potter, que incluiria materiais quenão entraram nos livros, e doar os lucros para organizaçõesbeneficentes. Os livros Harry Potter já venderam mais de 400milhões de cópias. "O sr. Vander Ark destruiu esse livro (a enciclopédiaplanejada)", disse Rowling a um tribunal de Nova York. "Elesimplesmente o pegou e copiou. (O trabalho dele) é malfeito epreguiçoso e plagiou meu trabalho ao atacado." "Ele roubou minha criação. Sinto isso como uma traição",disse ela. Rowling disse ainda que não tem certeza agora seainda tem "a disposição e o ânimo" de lançar sua própriaenciclopédia. A ação aberta em outubro cita como réus a editoranorte-americana independente RDR Books e pessoas nãoidentificadas. A ação visa impedir a publicação e, se forem feitos lucros,pede indenização por danos por infração de direitos autorais emarca registrada federal. A Warner Bros. é uma unidade da Time Warner Inc, dona dosdireitos autorais e da marca registrada dos livros HarryPotter. "Trata-se de um caso de cópia em peso ao atacado", disseDale Cendali, advogada de Rowling e da Warner Bros, ao juizdistrital Robert Patterson nos argumentos iniciais. "Aenciclopédia é copiada quase inteiramente da obra de Rowling." "Não é um problema de dinheiro", disse a advogada,acrescentando que "os livros Harry Potter incentivam a leitura"e que a enciclopédia "não está à altura da série Harry Potter". A RDR Books disse que Vander Ark, que é bibliotecário,discursou em conferências acadêmicas sobre Harry Potter naGrã-Bretanha, Canadá e Estados Unidos, e que uma linha do tempoque ele criou foi usada pela Warner Bros. em DVDs dos filmesHarry Potter. O advogado da editora, Anthony Falzone, disse que VanderArk não tinha interesse monetário e que seus conhecimentos eramtão solicitados que a Warner Bros. o levou de avião ao set doquinto filme Harry Potter e usou sua enciclopédia diariamentedurante a produção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.