Reuters
Reuters

Autor de 'Um Ano na Provence', Peter Mayle morre aos 78 anos

Livro do escritor britânico que vivia na França alcançou enorme sucesso e inspirou o filme 'Um Ano Bom', de Ridley Scott

AP

18 Janeiro 2018 | 23h49

Peter Mayle, o autor britânico cuja vivência na França inspirou o livro Um Ano na Provence, entre outras obras, morreu quinta-feira, dia 18, aos 78 anos. O editor Alfred A. Knopf anunciou que Mayle morreu após uma breve doença em um hospital perto de sua casa no sul da França. Um Ano na Provence inspirou o diretor Ridley Scott a criar o filme Um Ano Bom, de 2006, estrelado por Russel Crowe e Marion Cotillard.

Nascido em Brighton, em 14 de junho de 1939, Mayle trabalhou em publicidade e se mudou para a França em 1987, planejando escrever um romance. Mas, como ele disse ao Guardian em 2010, ele estava tão confuso com o novo mundo ao seu redor  – “o fazendeiro ao lado, o caçador de cogumelos e a senhora com o burro” – que ele escreveu para o agente dele, Abner Stein, dizendo-lhe que estava difícil escrever o livro. 

+++ 10 filmes para quem ama vinho

“Eventualmente, enviei a Abner uma carta longa, em grande parte inspirada pela culpa, tentando explicar por que eu nem tinha começado o romance, listando algumas distrações”, explicou Mayle. “Para minha enorme surpresa e alívio, ele escreveu de volta dizendo que, se eu pudesse fazer outras 250 páginas como a carta, ele poderia encontrar uma editora.”

+++ Provence sem carro

Um Ano na Provence, lançado em 1989, foi um sucesso de boca em boca que vendeu milhões de cópias, foi adaptado em uma minissérie pela BBC e foi responsável também pela abertura de um mercado para outras histórias de expatriados como a Frances Mayes, Sob o Sol da Toscana, que também virou um filme, em 2004, protagonizado por Diane Lane.  

Também é autor de Memórias de um Cão e Em Busca de Cézanne

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.