Acervo Estadão
Acervo Estadão

Arquivo de Pablo Neruda será leiloado em 8 de outubro na Espanha

Coleção, com mais de 600 peças do poeta chileno,inclui manuscritos, objetos pessoais, primeiras edições e livros dedicados a García Márquez, ou ao ex-presidente Salvador Allende

Redação, AFP

01 de outubro de 2020 | 07h31

Cancelado em março passado, devido à pandemia do novo coronavírus, o leilão de um arquivo com mais de 600 peças do poeta chileno Pablo Neruda será realizado em 8 de outubro, embora com um novo formato - explicou seu proprietário espanhol à AFP.

A coleção, que inclui manuscritos, objetos pessoais, primeiras edições e livros dedicados ao escritor colombiano Gabriel García Márquez, ou ao ex-presidente Salvador Allende, deveria ser leiloada em um único lote, em 19 de março deste ano, na galeria La Suite, em Barcelona. Com o confinamento decretado na Espanha alguns dias antes, o evento foi suspenso.

Agora, o leilão será realizado de forma virtual e, em vez da venda das 600 peças em conjunto, dividiu-se o arquivo em 238 lotes. Os preços iniciais variam de 50 euros a 80.000 euros (entre US$ 58,5 e US$ 93.700).

O desejo de seu proprietário, Santiago Vivanco, empresário viticultor apaixonado pela obra do poeta chileno, era evitar a dispersão dessa coleção, a qual ele levou 25 anos para compor.

A situação econômica causada pela pandemia tornou difícil, porém, encontrar um comprador que pudesse pagar os 650.000 euros (em torno de US$ 761.000) estabelecidos como preço inicial para todo lote.

"Houve interesse do governo chileno, mas diante da pandemia disseram que o dinheiro deveria ser usado para fins sociais e de saúde. E algumas instituições dos Estados Unidos que me pediram também não podiam assumir", explicou Vivanco por telefone à AFP. 

"Foi difícil, mas, no final, tive que tomar essa decisão. Por se tratar de lotes menores, pode haver mais pequenos colecionadores interessados, porque não precisam desembolsar tanto dinheiro", acrescentou. 

O lote mais caro, com um preço inicial de 80 mil euros, é uma extensa correspondência entre Neruda e sua família, com relatos bastante íntimos e pessoais.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Pablo Nerudaliteraturaleilão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.