Reuters
Reuters

Após esnobar Academia sueca, Bob Dylan não comparece a evento na Casa Branca

Na ausência do cantor, Obama centrou seu elogio em outros ganhadores do Nobel

AFP

01 Dezembro 2016 | 10h51

Depois de deixar a Academia sueca aguardando, após a renomada instituição ter concedido a ele o Nobel de Literatura em Estocolmo, o cantor e compositor Bob Dylan decidiu não comparecer, nesta quarta-feira, 30, à Casa Branca, para um ato ao qual Barack Obama convidou um grupo de americanos ganhadores do prêmio.

"Infelizmente, Bob Dylan não estará na Casa Branca hoje", disse Josh Earnest, porta-voz do presidente americano, acrescentando que o cantor não deu nenhuma justificativa para sua ausência.

Na ausência do cantor, o presidente dos Estados Unidos centrou seu elogio em outros ganhadores do Nobel imigrantes no país que responderam o seu convite no Salão Oval: Oliver Hart (Economia), Fraser Stoddart (Química), Duncan Haldane e Michael Kosterlitz (Física).

"Estamos muito orgulhosos deles e é só um lembrete de que uma das coisas que os Estados Unidos fazem é nossa capacidade de atrair talentos de todo o mundo para estudar em algumas das nossas grandes universidades", disse Obama.

Dylan já tinha indicado que não comparecerá em dezembro à entrega do Nobel na Suécia.

 

Mais conteúdo sobre:
LiteraturaBob DylanBarack Obama

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.