Denise Andrade/Estadão
Denise Andrade/Estadão

APCA de Literatura divulga os livros finalistas de 2016

Entre os indicados estão o poeta Armando Freitas Filho, Marcia Tiburi, Elvira Vigna, Michel Laub, a autobiografia de Rita Lee e as memórias do escultor pernambucano Francisco Brennand entre outros

Amilton Pinheiro, Estado de S. Paulo

24 de novembro de 2016 | 12h39

Os críticos de literatura da Associação Paulistas de Críticos de Arte (APCA), assim como aconteceu no ano passado, escolheram quatro indicados em cada uma das oito categorias contempladas pelo prêmio (os vencedores serão conhecidos no dia 30 de novembro quando os críticos da entidade se reúnem no Sindicato dos Jornalistas de São Paulo).

Mesmo tendo sido um ano difícil economicamente, as editoras continuaram apostando na literatura brasileira, principalmente na contemporânea, é o que diz Gabriel Kwak, jornalista, escritor e um dos críticos da entidade. “Apesar das limitações do cenário econômico estrangulado, as editoras estão retomando fôlego aos poucos. Nesse segundo semestre, a produção editorial foi maior e tem seguido febril, aquecida”. (os outros críticos que votam em literatura são: Amilton Pinheiro, Sérgio Miguez e Ubiratan Brasil).

Entre finalistas na categoria “Romance/Novela”, estão Elvira Vigna que concorre com Como Se Estivéssemos em Palimpsesto de Puta e que lançou recentemente O Que Deu Para Fazer em Matéria de História de Amor e Por Escrito. Marcia Tiburi que é mais conhecida com filósofa e por seus textos de ensaios, já escreveu quatro romances antes de Uma fuga perfeita é sem volta. Sua estreia foi em 2005 com Magnólia e seu último Era meu esse rosto, de 2012.

Concorre também Michel Laub com O Tribunal da Quinta-feira, bem recebido pela crítica, é de sua autoria A maçã envenenada (2013) e Diário da queda (2011). “Muitos autores, tanto novos quanto consagrados, têm publicado livro novo com a frequência de quase todo ano ou ao menos de dois em dois anos, o que é surpreendente”, diz o crítico. Confira a lista completa abaixo:

FINALISTAS DA APCA DE LITERATURA 2016

ROMANCE/NOVELA

Uma fuga perfeita é sem volta, de Marcia Tiburi (Editora Record)

Homens Elegantes, de Samir Machado de Machado (Editora Rocco)

O Tribunal da Quinta-feira, de Michel Laub (Editora Companhia das Letras)

Como Se Estivéssemos em Palimpsesto de Putas, de Elvira Vigna (Editora Companhia das Letras)


CONTOS/CRÔNICAS

Felicidade Incurável, Fabrício Carpinejar (Editora Bertrand Brasil)

Sul, Veronica Stigger (Editora 34)

O Conto Zero e Outras Histórias, Sérgio Sant`Anna (Editora Companhia das Letras)

A (s) mulher (es) que eu amo, Eros Grau (Editora Globo Livros)


POESIA

L`azur blasé ou ensaio do fracasso sobre o humor, Guilherme Gontijo Flores (Kotter Editorial e Ateliê Editorial)

Balada, Fabrício Corsaletti (Editora Companhia das Letras)

K – O escuro da semente, Vicente Franz Cecim (Editora LetraSelvagem)

Rol, Armando Freitas Filho (Editora Companhia das Letras)


TRADUÇÃO

A guerra não tem rosto de mulher, Svetlana Aleksiévitch – Tradução de Cecília Rosa (Editora Companhia das Letras)

Pequeno mundo antigo, Antonio Fogazzaro. Tradução de Ivone Benedetti (Editora Carambaia)

[um amor feliz], Wislawa Szymborska. Tradução de Regina Przybycien (Editora Companhia das Letras)

Um Reflexo na Escuridão, Philip K. Dick. Tradução de Daniel Lühmann (Editora Aleph)


ENSAIO/TEORIA E/OU CRÍTICA LITERÁRIA/REPORTAGEM

Literatura e Matemática – Jorge Luis Borges, George Perec e Oulipo, Jacques Fux (Editora Perspectiva)

Rei do Congo – A Mentira Historica Que Virou Folclore, José Ramos Tinhorão (Editora 34)

Trópicos Utópicos, Eduardo Giannetti (Editora Companhia das Letras)

O mundo sitiado – A poesia brasileira e a Segunda Guerra Mundial, Murilo Marcondes de Moura (Editora 34)


LITERATURA INFANTIL E JUVENIL/QUADRINHOS

Quem Tem Medo de Curupira? Zeca Baleiro. Ilustrações de Raul Aguiar (Editora Companhia das Letras)

Um Escritor na Capela, Nelson Cruz. Ilustrações de Nelson Cruz (Edições SM)

Todo dia é dia de apocalipse, Rodrigo Lacerda. Ilustrações de Mariana Valente (Editora FTD)

Dez Anos Para o Fim do Mundo, Caeto. Ilustrações de Caeto (Editora Companhia das Letras)


BIOGRAFIA/AUTOBIOGRAFIA/MEMÓRIA

Caio Prado Júnior – Uma Biografia Política, Luiz Bernardo Pericás (Editora Boitempo)

Roberto Civita – O dono da banca. A vida e as ideias do editor da Veja e da Abril, Carlos Maranhão (Editora Companhia das Letras)

Enquanto Houver Champanhe, Há Esperança – Uma biografia de Zózimo Barrozo do Amaral, Joaquim Ferreira dos Santos (Editora Intrínseca)

Rita Lee: uma autobiografia, Rita Lee (Editora Globo Livros)


GRANDE PRÊMIO DA CRÍTICA

O nome do Livro. Caixa com 4 volumes das memórias de Francisco Brennand, Francisco Brennand (Editora Inquietude)

Kaos Total, Jorge Mautner. Organização de João Paulo Reys e Maria Borba (Editora Companhia das Letras)

5. A Ditadura Acabada, Elio Gaspari (Editora Intrínseca)

Lima Barreto – Sátiras e outras subversões, Lima Barreto. Organização de Felipe Botelho Corrêa (Editora Penguin & Companhia das Letras)

Mais conteúdo sobre:
LiteraturaAPCA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.