Monalisa Lins/Estadão
Monalisa Lins/Estadão

Álvaro de Moya morre em São Paulo aos 87 anos

Especialista em quadrinhos sofreu um AVC e estava internado desde o último dia 6

O Estado de S.Paulo

14 de agosto de 2017 | 19h30

O jornalista, escritor e especialista em quadrinhos, Álvaro de Moya, morreu no fim da tarde desta segunda-feira, 14, em São Paulo, aos 87 anos. Ele estava internado desde o último dia 5 de agosto no Hospital São Paulo. Encontrado pelo filho no banheiro de casa, Moya sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) na noite do domingo retrasado, 5.

Um dos pioneiros da televisão, com passagens pela Excelsior, Tupi, Bandeirantes e Cultura, Moya também foi uma figura reconhecida mundialmente pelas histórias em quadrinhos. Viúvo, Moya deixa dois filhos, Sergio e Silvia. Ainda não há informações sobre o velório e enterro. Álvaro de Moy doou seu acervo para o Centro Universitário Belas Artes, na Vila Mariana.

 

Tudo o que sabemos sobre:
Álvaro de MoyaQuadrinhos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.