Zélia Gattai entra para Academia de Letras da Bahia

Ainda não é a Academia Brasileira de Letras, mas a homenagem deixou Zélia Gattai feliz. A escritora e viúva de Jorge Amado tomou posse, anteontem, na Academia de Letras da Bahia, ocupando a cadeira que pertenceu a seu marido. O nome de Zélia, que acaba de lançar o livro Códigos de Família, foi aprovado por unanimidade pelos 40 acadêmicos.Na mesma ocasião, foi lançado na sede da Fundação Casa de Jorge Amado, no Pelourinho, em Salvador, livro inédito do autor. Trata-se de A Ronda das Américas, coletânea de textos escritos por Jorge Amado nos anos 30, durante viagem que fez pela América Latina. Nesses textos, publicados em jornais e revistas da época, Jorge Amado revela suas impressões sobre os diversos países por onde passou. A obra resgata escritos do escritor baiano que ficaram esquecidos por quase 70 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.