Zélia foi um símbolo da força da mulher brasileira, diz Lula

Em nota, presidente lamenta a morte, aos 91 anos, da autora paulistana e viúva de Jorge Amado

Fabíola Salvador, da Agência Estado,

17 de maio de 2008 | 19h07

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva divulgou neste sábado, 17, por meio da assessoria de imprensa do Palácio do Planalto, nota lamentando a morte da escritora Zélia Gattai. Lula disse que "Zélia foi um símbolo da força, da doçura e perseverança da mulher brasileira". A escritora morreu na tarde desta sábado, aos 91 anos, no Hospital Bahia, onde estava internada havia 31 dias.   Abaixo, leia a íntegra da nota:   "Foi com pesar que recebi a notícia da morte da escritora Zélia Gattai. Filha de imigrantes italianos, nascida em São Paulo e baiana de coração, Zélia foi um símbolo da força, da doçura e perseverança da mulher brasileira. Características presentes em toda a sua literatura. Uma companheira de todas as horas para Jorge Amado. A seus parentes, amigos da Academia Brasileira de Letras e leitores, meus sinceros pêsames.   Luiz Inácio Lula da Silva"

Tudo o que sabemos sobre:
Zélia GattaiLula

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.