Divulgação
Divulgação

Zé do Caixão lança livro voltado para público infantil

A obra traz sete histórias, todas de terror, trazendo no final, no entanto, uma mensagem de tolerância

AE, Agência Estado

01 de novembro de 2010 | 14h23

Alheio à típica festa americana do Halloween, celebrado ontem, Zé do Caixão é a figura que realmente gosta de assustar no Brasil. O personagem de José Mojica Marins é, sem dúvida, uma das figuras mais assustadoras do nosso folclore, junto com o curupira, o Saci-Pererê e a mula sem cabeça. Os filmes do celebrado coveiro são capazes de fazer tremer muito marmanjo por aí. Agora, chegou a vez de Zé focar seu terror nas crianças, na obra "O Livro Horripilante de Zé do Caixão", escrito por Mojica com ilustrações de Laurent Cardon, que tem como público-alvo crianças entre 7 e 12 anos.

Pai de sete filhos e avô de 11 netos, o cineasta e escritor sabe como contar histórias de terror para crianças. "Não há dificuldade. A mesma história que assusta o adulto também assusta a criança. Basta fazer algumas adaptações, retirando cenas de sexo e violência", diz.

Mojica revela que assustar seus netos não é uma tarefa fácil. "Eles cresceram vendo meus filmes. Aqui em casa eu tenho caixões, cartazes de filmes de lobisomem, Frankenstein, além aranhas, escorpiões e outras insetos repugnantes. Então eles já estão familiarizados com essas coisas todas", diz. "Ao escrever esse livro, minha grande preocupação foi contar histórias divertidas. Esse é o segredo para conquistar as crianças".

A obra traz sete histórias, todas de terror, trazendo no final, no entanto, uma mensagem de tolerância, amizade e amor. "Não coloquei sete histórias por acaso. O sete e o treze são importantes para mim." As informações são do Jornal da Tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
literaturaZé do Caixãolivro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.