Divulgação
Divulgação

Zé Celso estreia 'Estrela Brazyleira a Vagar - Cacilda!!'

Segunda parte da peça de José Celso Martinez Corrêa tem 300 minutos; ‘Cacilda’ será maior que ‘Os Sertões’

Lucas Pretti, de O Estado de S. Paulo,

02 de outubro de 2009 | 04h30

Se as peças de José Celso Martinez Corrêa costumam ser longas, imagine os textos originais. O projeto ‘Cacilda’, cuja segunda parte estreia neste sábado, 3, no Teatro Oficina, tem nada menos que 900 páginas. O tomo de 1990 apresenta a história do teatro brasileiro a partir da vida e da carreira da atriz Cacilda Becker. O diretor imagina que, quando as quatro encenações forem montadas, até 2011, o todo ficará mais longo que ‘Os Sertões’ - e suas 26 horas.

 

Veja galeria de fotos

Veja trecho de vídeo da peça

 

Estrela Brazyleira a Vagar - Cacilda!! (a dupla exclamação indica a segunda parte), vai tomar ‘só’ 5 horas do seu fim de semana, o que Zé Celso considera o tempo de uma aula (delirante) de artes cênicas. "Cacilda tem 20 anos e agora vaga pelo Rio antes de se tornar imortal."

 

A montagem é baseada em cartas enviadas pela atriz à irmã Cleyde Yáconis (que está em cartaz na cidade, aos 85 anos - veja na pág. 70). Bete Coelho, a Cacilda de 1998, é substituída por Anna Guilhermina, que contracena com outros 24 atores. Prepare-se para a estética de sempre de Zé Celso, com nudez, vídeo e muita energia. Se gostar, alugue o DVD ‘Cacilda!’, com a primeira parte da história - para outras cinco horinhas da sua vida.

 

Estrela Brazyleira a Vagar - Cacilda!!

Onde: Teatro Oficina (350 lug.). Rua Jaceguai, 520, 3106-2818.

Quando: sáb. e dom., 18h. 300 minutos.

Quanto: R$ 40. Até 15/11.

Tudo o que sabemos sobre:
teatroZé Celsoarte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.