Yoko Ono reivindica título de Beatle rebelde a Lennon

John Lennon foi o único Beatle que se preocupou com a campanha pela paz enquanto membro da banda, afirmou Yoko Ono, segundo informações do jornal britânico The Independent.Durante uma entrevista de lançamento do documentário sobre o monitoramento de Lennon feito pelo FBI enquanto o cantor e compositor estava nos Estados Unidos, Yoko afirmou que os dois tinham espírito rebelde, algo que não acontecia com os outros membros dos Beatles."Lennon foi o único que realmente quis fazer alguma coisa em relação à Guerra do Vietnã enquanto Beatle", disse Yoko. "O que nos aproximou foi o fato que ambos éramos rebeldes em vários aspectos", completou.Yoko cooperou com a produção do filme, que teve pré-estréia na última semana, de David Leaf e John Scheinfeld, que tiveram acesso a documentos pessoais do casal do período ente 1966 e 1976, época em que Lennon sabia que estava sendo espionado pelo FBI.Lennon e Yoko chegaram a ser obrigados a sair dos Estados Unidos, mas em 1975 ganharam a disputa com as autoridades americanas e obtiveram o "green card", documento que os autorizou a morar e trabalhar no país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.