Yoko Ono inaugura retrospectiva dos seus 50 anos de carreira

Carro fúnebre, peças de quebra-cabeças que imitam o céu e mensagens nas paredes são trabalhos da mostra

Efe,

15 de dezembro de 2008 | 13h37

A artista japonesa Yoko Ono lançou na Inglaterra uma retrospectiva que cobre os 50 anos de sua carreira artística. Entre as obras expostas, a viúva de John Lennon apresenta um carro fúnebre. "Não quero assustar as pessoas, somente fazê-las compreender o valor de cada dia", explicou Yoko em declarações ao jornal The Guardian. Os visitantes podem alugá-lo para dar uma volta, segundo os curadores.   A retrospectiva ficará em cartaz até 15 de março no Baltic Centre for Contemporary Art, em Gateshead, no nordeste da Inglaterra. Ono, que foi uma destacada representante do movimento Fluxus, escreveu nas paredes do Baltic Centre frases como "Vá até que a sala e volte azul" ou "Esta sala se evapora a cada dia".   A artista convida também o visitante a expressar por escrito seus pensamentos sobre sua mãe. A artista disse ter tido essa idéia pensando em Lennon porque ele "sempre falava de sua mãe, que teve um papel muito importante em sua vida".   "Eu mesma sinto que não lhe disse o suficiente à minha que a amava, portanto me encanta a idéia de que cada qual expresse seus sentimentos para com sua mãe", assinalou a artista.   Entre outras peças, em um capacete com peças de quebra-cabeças de cor azul, Yoko encoraja o visitante a levar "um pedaço do céu porque todos somos parte dos outros". "Espero que as pessoas se interessem mais pela paz e pelo amor. Acho que é muito importante", assinalou a artista, lembrando que quando ela e Lennon se deixaram fotografar nus na cama para defender estes princípios, muita gente ria. "Mas não acho que riam agora", acrescentou.

Tudo o que sabemos sobre:
Yoko Ono

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.