Xuxa recebe tratamento especial no fórum do Rio

A apresentadora Xuxa teve tratamento especial hoje à tarde, no fórum do Rio, quando depôs na ação que move na 34ª Vara Cívil. contra seu ex-segurança, Antônio José da Silva Neto, o Silvão. Há três anos, ele disse em entrevistas no rádio e na imprensa que escreveria uma livro contando como foi a convivência profissional de dez anos com a artista, inclusive a intimidade dela. Xuxa entrou e saiu pelo elevador exclusivo dos magistrados, ficou quase uma hora e meia no fórum e, quando passou nos corredores, provocou tumulto entre os fãs que buscavam autógrafos e queriam vê-la. O processo contra Silvão corre desde novembro de 2003 e, até hoje, a apresentadora evitara depor. Ela contou ao juiz que sua assessoria lhe avisou sobre as declarações do segurança. Ela disse ainda que ele acusou-a de usar seu dinheiro e sua influência para beneficiar-se na Justiça no processo trabalhista que ele move contra ela. "Não tenho nada para esconder, mas só eu tenho direito de divulgar minha intimidade. Além disso, ele me fez acusações graves, que podem arruinar ou arranhar minha carreira", disse Xuxa ao juiz Marcos Alcino de Azevedo Torres. "Como essas acusações são falsas, temi que ele inventasse histórias que me prejudicassem. Afinal trabalho para famílias e tenho uma família que precisa ser respeitadas." Segundo a apresentadora, Silvão trabalhou como seu segurança durante 10 anos, mas há 12 deixou o emprego, sem que ela tivesse qualquer queixa de sua conduta. Até o fim da tarde de hoje, o juiz ainda ouvia as testemunhas do segurança e não havia se pronunciado sobre a ação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.