XPTO e Caixa de Imagens em cartaz

Dois grupos premiados, dois espetáculos para qualquer idade, daqueles que podem ser vistos em família. A partir de sábado, entram em temporada na cidade A Infecção Sentimental Contra-Ataca, do grupo XPTO - grátis, no Teatro Popular do Sesi - e Curtas Curtíssimas, do Caixa de Imagens - com ingressos a R$ 10,00, no Teatro Cultura Inglesa.A Infecção Sentimental retrata o cotidiano da metrópole paulistana. Foi um dos primeiros espetáculos da trupe, criado em 1984, e causou impacto. "Éramos um grupo ainda desconhecido, pouca gente viu e, além disso, a cidade mudou muito em 20 anos", diz Oswaldo Gabrielli. Daí a idéia de remontar a peça, com novas cenas. Na primeira versão, era como se alguém passeasse de carro por São Paulo e visse, através da janela, cenas fragmentadas.A nova versão começa com um divertido conflito entre sacos de lixo comum e reciclados. Mas nem tudo é tão leve assim. Entre as coisas que mudaram na cidade, o diretor aponta o acirramento do individualismo e da violência. "Uma das cenas retrata o narcisismo das pessoas, que acabam tirando pedaços de imensos prédios de vidros espelhados para se mirarem."A violência é retratada numa cena de grande beleza. Um série de figuras formadas por bexigas, balões coloridos, muito leves e bonitos, dançam com bonecos cujos corpos são feitos de facas e espetos. "O contraste entre essas imagens é bastante violento, mas elas conseguem dançar juntas sem que os balões estourem. Com isso, mostramos que as diferenças podem conviver, ainda que exista o risco. O medo que toma conta das pessoas às vezes é paranóico.""Narciso acha feio o que não é espelho", disse Caetano Veloso em sua música em homenagem a Sampa. A Infecção é também uma declaração de amor à cidade, um amor de olhos bem abertos. Como na cena em que figuras miseráveis, que remetem a mendigos ou moradores de rua, mostram ter necessidades e sentimentos iguais aos de cada um de nós. "Esses seres, feitos de canos, são rabiscos, podem ser vistos como baratas, homens comuns ou ETs."Toda a linguagem do espetáculo é poética, onírica. Não queremos dizer isso é tal coisa. O espectador completa os sentidos." A Infecção tem trilha sonora executada ao vivo por Laura Finocchiaro e Roberto Firmino, autor das músicas. Eugênio Bruck, Newton Yamassaki, Sérgio Pupo, Simone Mello e Wanderlei Piras são os intérpretes do espetáculo e manipuladores dos bonecos.O teatro de bonecos também é a linguagem do grupo Caixa de Imagens, que manipula figuras de no máximo 20 cm, em espetáculos que, a um só tempo, divertem e comovem, com duração entre 10 e 15 minutos. Na temporada no Teatro Cultura Inglesa, serão apresentadas três histórias: Estevão Convida, Dia de Chuva e Animação de Boneco.Estevão Convida foi inspirada num morador de rua, um simpático boneco que solicita a ajuda do público para sair de apuros. Dia de Chuva tem como cenário inicial um quarto, dentro do qual pode-se ouvir um ronco e o barulho da chuva. Quando o dorminhoco acorda, vários objetos ganham animação, desde o cobertor até às luminárias. Um boteco, cujo atrapalhado dono não sabe como mandar embora seus clientes é o personagem central da terceira história.Caixa de Imagens. Sábado e domingo, às 17 horas, 17h30, 18 horas, 18h30, 19 horas e 19h30. R$ 10,00. Teatro Cultura Inglesa. Rua Deputado Lacerda Franco, 333, tel. 3814-0100. Até 30/4. Reestréia sábadoA Infecção Sentimental Contra-Ataca. Sábado e domingo, às 16 horas. Entrada franca (os ingressos devem ser retirados com 1 hora de antecedência). De quarta a sexta, às 11 horas, sessões exclusivas para escolas agendadas. Teatro Popular do Sesi. Avenida Paulista, 1.313, tel. 284-3639. Até 1.º/7. Estréia sábado

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.