Reuters
Reuters

Woody Allen cita livro de Machado de Assis como um de seus favoritos

Lista com os cinco livros que mais o influenciaram foi feita a pedido do jornal inglês 'The Guardian'

Estadão.com.br,

06 de maio de 2011 | 14h24

O diretor Woody Allen listou, entre os cinco livros que mais o influenciaram, Memórias Póstumas de Braz Cubas, de Machado de Assis, a pedido do jornal inglês The Guardian. Allen contou que recebeu o livro pelo correio. Um estranho do Brasil o enviou com o recado: "Você vai gostar". "Li porque era um livro fino. Se fosse grosso, teria descartado", escreveu o cineasta.

"Eu fiquei chocado o quão charmoso e incrível era. Eu não pude acreditar que ele viveu há tampo tempo. Você poderia pensar que ele escreveu ontem. É tão moderno. É uma obra muito original".

A lista de Allen inclui ainda O Apanhador no Campo de Centeio, de J. D. Salinger, Really the Blues, de Mezz Mezzrow e Bernard Wolfe, The World of SJ Perelman e Elia Kazan: A Biography, de Richard Schickel.

Tudo o que sabemos sobre:
livroliteratura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.