DSK| AFP
DSK| AFP

Will Smith e ex-boxeador Lennox Lewis carregarão caixão de Muhammad Ali

Ator interpretou Ali em um filme homônimo de 2001, recebendo uma indicação ao Oscar pelo desempenho

Steve Bittenbender, Reuters

07 de junho de 2016 | 11h41

LOUISVILLE, Kentucky - O ator Will Smith e o ex-campeão dos pesos-pesados Lennox Lewis estarão entre as pessoas que irão carregar o caixão de Muhammad Ali no enterro do boxeador na sexta-feira, 10, engrossando uma lista de atletas, artistas e políticos notáveis que irão prantear o lendário pugilista .

O ex-presidente norte-americano Bill Clinton, o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, e o comediante Billy Crystal são algumas das figuras já anunciadas em eventos públicos enquanto o mundo chora a perda do boxeador, showman e ativista anti-guerra que cativou a atenção global nos anos 1960 e 1970.

Uma das personalidades mais transcendentais do século, Ali morreu na sexta-feira aos 74 anos de idade. O porta-voz da família, Bob Gunnell, anunciou os detalhes dos serviços fúnebres na segunda-feira.

* Lenda do boxe, Muhammad Ali morre nos Estados Unidos

Smith interpretou Ali em um filme homônimo de 2001, recebendo uma indicação ao Oscar pelo desempenho e se tornando um amigo da família. O londrino Lewis, que representou o Canadá nas Olimpíadas, é um dos três pugilistas, ao lado de Ali e Evander Holyfield, a ter conquistado o título mundial dos pesos-pesados três vezes.

Eles se juntarão a parentes e amigos da família quando carregarem o caixão por Louisville, cidade-natal de Ali no Estado do Kentucky, na sexta-feira.

Mais de 30 mil ingressos serão distribuídos ao público para dois memoriais, agendados para quinta e sexta-feira em arenas esportivas da cidade.

Cerca de 300 fãs que não queriam esperar se reuniram na segunda-feira do lado de fora da casa de infância de Ali para uma homenagem conduzida por líderes islâmicos, um grupo de dança e o prefeito de Louisville, Greg Fischer.

Os eventos oficiais irão começar com uma cerimônia particular na quinta-feira, 9, seguida por um serviço islâmico para o público em Freedom Hall, local da última luta profissional de Ali em Louisville.

 

Na sexta-feira a família do esportista irá se reunir para fazer orações, e na sequência a procissão fúnebre percorrerá sua cidade-natal. A cerimônia principal irá acontecer no Centro KFC Yum! na tarde do mesmo dia, quando Clinton e Crystal devem discursar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.