West e Kardashian burlam segurança de aeroporto, diz imprensa

Duas celebridades, identificadas pela imprensa como sendo Kanye West e Kim Kardashian, foram dispensadas de passar pelo detector de metais antes de embarcarem em um voo no aeroporto JFK, em Nova York, mas depois foram submetidos a uma revista privada, informou a Administração de Segurança dos Transportes (TSA) dos EUA, na quarta-feira.

Reuters

14 Fevereiro 2013 | 11h01

Um funcionário de uma companhia aérea escoltou na quarta-feira dois passageiros famosos até uma área reservada "a fim de oferecer acesso expedito ao seu voo doméstico", disse a TSA em nota, sem identificar os envolvidos nem revelar se eles chegaram a entrar no avião antes da revista.

Os jornais New York Post e Daily News disseram que o incidente envolveu Kardashian, conhecida por sua participação em reality shows de TV, e o rapper West. Representantes do casal, que em janeiro anunciou estar esperando um filho, não se manifestaram sobre o assunto.

A TSA disse em nota que a atitude da companhia aérea violou os protocolos de segurança. "Os funcionários da TSA souberam da violação e conduziram uma revista privada dos dois passageiros na área de embarque".

O casal acabou sendo autorizado a voar, e o incidente causou um atraso de 50 minutos no voo.

(Reportagem de Edith Honan)

Mais conteúdo sobre:
GENTE CELEBRIDADES AEROPORTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.