VJs da MTV já se despedem no ar

Com a expectativa de cortes na 2ª feira, funcionários deixam de frequentar emissora; direção nega e anuncia reestruturação

JOÃO FERNANDO, O Estado de S.Paulo

15 de junho de 2013 | 02h12

Lugar conhecido por celebrar encontros animados entre cantores e bandas e promover festas grandiosas, o prédio da MTV Brasil, no Sumaré, está tomado por um clima de tristeza há dois dias, quando foram anunciados o encerramento de programas da casa e a demissão de parte dos funcionários.

Apesar de apresentadores já terem se despedido ao vivo, na quinta-feira, a emissora continuará no ar e com produções novas. "Temos VJs que tiveram os contratos encerrados. Com Chay, estavam combinados três meses. Mas o programa tem uma frente gravada", contou ontem à tarde ao Estado, Zico Goes, diretor de programação.

Nos bastidores, circula a informação de que os direitos da marca MTV, exclusivos do Grupo Abril - ao qual o canal pertence - no Brasil, serão devolvidos à Viacom, corporação norte-americana responsável pelo nome, que não foi confirmado. A medida faz parte do plano das mudanças da Abril, que, dessa maneira, poderia economizar no pagamento pelo título e aproveitar a estrutura para deixar um outro canal no ar.

Mesmo tendo dado adeus aos telespectadores na última edição ao vivo do Acesso, a VJ Titi Müller será vista no Sem Vergonha, cujos episódios gravados serão exibidos até setembro. Juliano Enrico, que dividia o Acesso com Titi, permanecerá na MTV, mas não como apresentador. "Ele vai roteirizar e dirigir programas, como um novo, apresentado pelo Daniel Furlan. As pessoas vão começar a falar que a MTV morreu, só que não. Teremos novos episódios do Hermes e Renato e também novidades com o Deco e Lucas (do MTV Sports)", adianta Goes.

Está ainda em produção uma série com Paulinho Serra, em ele percorre diferentes cidades que sediarão a Copa de 2014. "Temos um pacote da Copa que vai até o ano que vem", conta. Parte dos programas, porém, foram terceirizados para produtoras independentes. "É um enxugamento, mas conosco é mais vistoso. E não teremos menos gente fazendo mais coisas, Já deixamos tudo gravado". A única incerteza na emissora é a premiação anual Video Music Brasil. "Ainda não está garantido, estamos pensando se faremos ou não."

No último bloco do Acesso, Titi apareceu chorando ao lado de Pathy Dejesus e Juliana Enrico, dupla que integrou o elenco do canal este ano. "Eu estava segurando o choro o programa inteiro. A gente se vê galera. Isso aqui foi a melhor coisa que aconteceu na minha vida. Provavelmente, a gente formou o caráter de muita gente. É o dever cumprido", declarou. Em sua página do Twitter, a gaúcha reforçou a saída para os fãs. "Estou saindo da MTV e a MTV está saindo dela mesma. Momento historicamente triste pra nossa geração", lamentou.

Pathy Dejesus também aproveitou para se despedir e, na sequência, estava no Furo, ao lado de Bento Ribeiro, que não disse tchau ao público, mas fez referências à situação do canal. "Este programa vai ficar para sempre na sua memória", falou entre os esquetes apresentados na atração.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.