Visões da São Paulo antiga fazem grande sucesso

O livro São Paulo de Piratininga ? De pouso de tropas a metrópole, uma co-edição de O Estado de S. Paulo com a Editora Terceiro Nome e patrocínio do Santander Banespa, ganha uma segunda edição e tem a exposição de suas fotos prorrogada até 12 de março. A exposição já foi visitada por quase 6 mil pessoas. O livro está há três semanas consecutivas entre os dez mais vendidos, nos ranking de algumas livrarias da capital. Esta segunda edição é também patrocinada pelo Santander Banespa e já foi distribuída às livrarias de todo o País. São Paulo de Piratininga ? De pouso de tropas a metrópole, contém um tesouro fotográfico encontrado em meados do ano 2000 no Centro de Documentação do jornal O Estado de S. Paulo. Reúne mais de 270 fotos da capital paulista, entre 1860 e 1930,fase de transição entre uma acanhada cidade para a grande metrópole, retratando-a justamente num período do qual há poucos registros. O livro começa pelo centro histórico, saltando depois para o Vale do Anhangabaú, a Luz, a Liberdade, a Glória, o Brás, a República, os Campos Elíseos e outros arredores, permitindo que se caminhe pelo passado de São Paulo e se compreenda melhor a cidade que completa 450 anos. Com 256 páginas, e capa dura com sobrecapa, ele custa R$ 130,00.A exposição (no saguão do Edifício Altino Arantes, na rua João Brícola, 24, Centro - próximo à estação São Bento do Metrô) apresenta 40 fotos (em painéis), extraídas do livro, e é uma visão pungente de um passado que emociona os milhares de visitantes. Alguns deles, inclusive, costumavam retornar à mostra, trazendo parentes e amigos. A visita pode ser feita das 10 às 17 horas, exceto nos finais de semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.