Visitante quebra três vasos da dinastia Qing ao tropeçar

Uma pessoa que visitava o Fitzwilliam Museum de Cambridge (Reino Unido) destruiu três vasos de porcelana da Dinastia Qing depois de tropeçar, informou hoje o museu. As três peças de porcelana, preciosidades de mais de 300 anos e que foram doados à instituição em 1948, se encontravam entre os principais itens exibidos pelo museu. Na última quarta-feira, o azarado visitante, cuja identidade não foi divulgada, tropeçou aparentemente no cadarço de um de seus sapatos, que estava solto, e derrubou os vasos em sua tentativa de manter-se de pé. "Os vasos foram totalmente despedaçados, mas estamos decididos a colá-los", disse Margaret Greeves, assistente da direção do museu. As três peças de porcelanas foram fabricadas durante o reinado de Kangxi (1662-1722), um dos imperadores mais célebres da Dinastia Qing, que reinou na China durante quase três séculos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.