Virada Cultural cresce 25%

A Virada Cultural de 2013 terá reforços. Novos palcos, programação para crianças, homenagens e mais foco em cultura popular estão marcados para esta edição do evento, a maior desde que entrou para o calendário de São Paulo, em 2004. Serão 120 locais e 900 apresentações espalhadas pelo centro da cidade, entre os dias 18 e 19 de maio, o resultado de um aumento de 25% em verbas para este ano.

ROBERTO NASCIMENTO, Agência Estado

03 de maio de 2013 | 11h53

Daniela Mercury, George Clinton, Pharoah Sanders, Jorge Mautner, Eumir Deodato e Sidney Magal se apresentam. O encerramento fica por conta dos Racionais MCs, que voltam à Virada depois de um conturbado show em 2007, marcado por brigas e intervenção policial. Tocam no domingo, à luz do dia, para minimizar qualquer tensão.

A Prefeitura estima um público de 4 milhões, tendo investido R$ 10 milhões nesta edição. "É um custo em conta se considerarmos o número de pessoas que a Virada Cultural atinge, e o retorno que ela traz à cidade", disse o secretário da Cultura Juca Ferreira à imprensa nesta quinta-feira.

Durante a coletiva, com a presença do prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o secretário comentou a curadoria e divulgou as novidades deste ano. O Google desenvolveu para a Prefeitura um aplicativo com os horários e locais dos shows. A Rua 25 de Março e o Mercado Municipal foram integradas à programação. Uma "Viradinha" com shows para o público infantil acontece em paralelo. Houve também uma maior aposta em tradicionais manifestações de rua, como blocos de afoxé, congadas e folias de reis.

O prefeito garantiu que esta edição terá um fortalecimento da infraestrutura em "todas as dimensões", entre elas, "banheiros, segurança, lixos e atendimento médico".

Paulo Vanzolini, Chorão, Markus Ribas e o cineasta Carlos Reichenbach (com uma curadoria de filmes trash) serão homenageados. A virada gastronômica continua, mesmo após problemas com a barraca de Alex Atala, em 2012.

Entre os destaques internacionais estão Black Star, duo de rap formado por Mos Def e Talib Kweli, e feras do jazz, como Pharoah Sanders e o grupo The Fringe. Veja a programação completa no site viradacultural.org.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
showVirada Cultural

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.