"Vinexpand Italia 2000" traz vinhos tintos e brancos

Os tintos e brancos de 24 produtores italianos, de dez regiões diferentes, poderão ser degustados na Vinexpand Itália 2000, das 15 h às 22 h, no Leopolldo, que fica na Rua Joaquim Manuel de Macedo, 135, no Morumbi. O ingresso custa R$ 120 por pessoa, mas essa quantia pode ficar como adiantamento de compras na importadora Expand. Pelo telefone 7922-2440, informações sobre os locais onde comprar os ingressos.Os tintos predominam, mas alguns brancos merecem ser conhecidos, entre os quais os da vinícola Schiopetto, sempre entre os destaques da Itália (Tocai Friulano 1998, Pinot Bianco 1998 e Sauvignon Collio 1998). Também do Friuli os vinhos da competente Plozner.Da vizinha região do Vêneto, provavelmente os melhores da denominação Soave, feitos por Anselmi (Soave classico Capitel Foscarino 1998, Soave Classico Superiore San Vincenzo 1996 e I Capitalli Recioto di Soave 1997).Está forte a representação dos tintos do Vêneto, começando pelo excelente La Poja 1995, um dos melhores tintos que provei ultimamente, feito só com a uva principal da região, a Corvina. A grande estrela do Vêneto é o Amarone, um vinho potente e muito particular. Os que poderão ser provados: Allegrini Classico 1994, Boscaini Amarone della Valpolicella Classico Marano 1995, Le Ragose 1994 e Montresor Reserva del Fondatore 1995.Do Piemonte, quatro vinícolas, 13 vinhos, dos quais apenas dois Barolos e um Barbaresco (Beni di Batasiolo Barolo Boscareto 1995; Prunotto Barolo Bussia 1995 e Barbaresco Martinenga Marchesi di Gressy 1993).Da Toscana, cinco produtores, notadamente da zona de Chianti: Fattoria di Felsina (Chianti Classico Riserva 1995 e Fontaloro 1994); Marchesi Antinori (Chianti Classico Riserva 1996 e Vino Nobile de Montpulciano La Braccesca 1996); Castello di Monastero (Brunello di Montalcino 1994 e Chianti Superiore 1998) e Rocca delle Macíe (Chianti Classico Riserva 1995 e Brunello di Montalcino Riserva 1993). O grande produtor Biondi-Santi, infelizmente, não vai apresentar o seu lendário Brunello di Montalcino. Sassoalloro 1997 e Schidione 1994 representarão os tintos dessa vinícola.Ainda na mostra, os vinhos de Umani Ronchi (da zona do Marche, realmente muito bons); Medici e Ermete (Emilia-Romagna, Lambrusco); Sella & Mosca (o grande nome da Sardenha); Regareali (sempre um grande destaque na Sicilia); Azienda Agricola C.O. S (da Sicilia); Azienda Agricola Taurino (Puglia) e Bellavista (Lombardia, conhecida pelos seus excelentes espumantes).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.