Salvador Cordaro/Divulgação
Salvador Cordaro/Divulgação

'Vilcabamba', uma comédia de morte

Povoado do Equador dá nome à peça do grupo Le Plat du Jour, conhecido por trabalhar para crianças

18 de junho de 2010 | 06h00

Vilcabamba é um povoado do Equador que tem dez vezes mais moradores com mais de 100 anos que a média mundial. É também o nome do novo espetáculo adulto da companhia Le Plat du Jour. "Ou uma peça infantil para adultos", brinca a atriz Carla Candiotto.

 

A comédia nonsense, inspirada no fenômeno real de longevidade, foi escrita pela atriz Alexandra Golik. As duas ser revezam em diversos personagens com 20 trocas de roupa. Na história, um detetive muito suspeito investiga uma série de assassinatos de centenários no povoado. "É uma comédia com uma pitada de suspense, ao estilo de ‘Os Pássaros’, de Alfred Hitchcock." Mas você não vai sentir medo.

 

Sesi Vila Leopoldina (80 lug.). R. Carlos Weber, 835, V. Leopoldina, 3833-1093. 70 min. 4ª a dom., 16h (sáb., também 20h). Não haverá sessões em dia de jogo do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
'Vilcabamba'

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.