Videogame: ação contra Beyoncé

A empresa de jogos eletrônicos Gate Five entrou ontem com uma ação em Nova York contra a cantora norte-americana Beyoncé. Segundo a companhia, que exige uma indenização de US$ 100 milhões, a artista teria rompido um contrato com a empresa para criar um jogo de dança. Ainda de acordo com a Gate Five, Beyoncé "rompeu o acordo com má-fé, destruindo o negócio da empresa, provocando a demissão de 70 funcionários antes do ano-novo do ano passado." O contrato, feito em junho de 2010, estipulava que Beyoncé "seria bem recompensada, mas com o projeto já avançado ela teria exigido valores mais altos". / EFE

, O Estado de S.Paulo

28 Abril 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.