"Vida Privada" reestréia em São Paulo

Tudo parece estar bem na vida de um casal de classe média, sem filhos, que vive uma rotina carinhosa sem sustos, nem mesmo os da sobrevivência. Isso até o momento em que o marido, num rompante de honestidade, resolve confessar uma antiga traição.Esse é o ponto de partida de Vida Privada, comédia escrita e interpretada por Mara Carvalho, que reestréia nesta quinta-feira, para convidados, no Teatro Renaissance. O espetáculo volta ao cartaz em nova concepção, desta vez dirigida por Roberto Lage com Mara Carvalho e Juan Alba (o cocheiro da novela Terra Nostra) no elenco.Na primeira encenação, Mara Carvalho contracenava com o ator Antônio Fagundes. "A peça fez muito sucesso de público e interrompemos a temporada com casa cheia", comenta Mara. Daí o desejo de realizar uma nova montagem do texto, explicou Mara que já tem outro texto praticamente pronto, além de um roteiro para cinema.Mara lembra ter escrito Vida Privada praticamente em uma única noite. "Sentia necessidade de um texto que conseguisse uma comunicação fácil e direta com o público, uma peça com a qual as pessoas se identificassem. E fiquei feliz por ter conseguido tudo isso." Apesar do tema, o tom que predomina no espetáculo é o do humor. "Ambos estão acomodados numa rotina. É como se a confissão provocasse a abertura de uma gaveta há muito fechada." Dali ambos tiram todas as acusações mútuas guardadas no dia a dia. Mas a autora é otimista. No fim, a confissão revitaliza a amor e tudo termina em reconciliação.Vida Privada. Comédia. De Mara Carvalho. Direção Roberto Lage. Duração: 80 minutos. Sexta e sábado, às 21 horas; domingo, às 18 horas. R$ 30,00. Teatro Renaissance. Alameda Santos, 2.233, tel. 3069-2233. Até 1.º/7.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.