Vida mesquinha e vida abundante

A Lua quarto minguante de Peixes será Vazia a partir das 15h16

Oscar Quiroga, oscar.quiroga@estadao.com.br, O Estado de S.Paulo

25 de maio de 2011 | 00h00

A vida mesquinha comanda, mas pouco tempo lhe resta porque vida mais abundante se aproxima. O fim do mundo não é o fim do planeta nem tampouco a nova ordem prometida será o início de uma rodada bancária de magnitude global, a profanação dos princípios sagrados não prevalecerá e tudo que estiver contaminado por ela conhecerá o lendário fim do mundo. Por esse ralo irão países inteiros com seus sistemas, ideologias arraigadas, religiões poderosas e principalmente sucumbirá o templo bancário que extorque nossa humanidade em nome da manutenção de suposta ordem. Palavras assim fazem sentido às almas que persistem na alegre, mas aparentemente ingênua consideração da realidade. Para o restante, as mesmas palavras são motivo de escárnio.

ÁRIES 21-3 a 20-4

O verdadeiro objetivo que se persegue agora é o impasse, ainda que teoricamente seja isso que se pretenda evitar. Se fosse assim, todas as partes envolvidas já teriam feito as devidas concessões, o que não aconteceu.

TOURO 21-4 a 20-5

Fazer valer sua vontade é um projeto digno. Porém, as circunstâncias atuais não favorecem essa dignidade, pelo contrário, aproveitam-se dela para aprofundar ainda mais as limitações e os constrangimentos.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Cometer erros e excessos faz parte da normalidade, porém, levando-se em conta que a sua alma não quer ser normal, mas especial, então será sábio dar um passo diferente, atrevendo-se a consertar os erros cometidos.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Nada é obra das circunstâncias, no mundo humano tudo é resultado do movimento livre e criativo das decisões tomadas, ainda que muitas delas pareçam fruto do acaso ou motivadas por circunstâncias maiores.

LEÃO 22-7 a 22-8

Quantas pontas soltas ficaram no caminho? Todas parecem ter conspirado para surgirem simultaneamente, requerendo sua atenção e cuidado. Desenvolva uma alegre persistência para tomar conta delas com carinho.

VIRGEM 23-8 a 22-9

O ideal de liberdade que a abundância de recursos materiais promove nunca se torna concreto. Pelo contrário, quanto mais recursos há disponíveis, mais obrigações vêm com eles e lá se vai a liberdade ansiada.

LIBRA 23-9 a 22-10

Ainda que seja preocupante ter de agir na base de informações desencontradas e sem a devida boa vontade de empreender e tomar atitudes, o panorama se desenhou assim e será sábio de sua parte agir. A ação é essencial.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Para conferir se tomou as decisões certas perscrute seu coração em busca de traços de ressentimentos ou ódio, condições que provocariam erros fatais. Se nada disso houver, então se convença, agiu certo.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

O tempo passa e nada acontece, o que não é resultado de falta de boa vontade, mas de excesso de pressões da parte de quem, neste momento, deveria facilitar o caminho em vez de continuar fazendo exigências.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Será melhor você deixar de buscar apoio, pois dificilmente o encontrará. Está em suas mãos a delicada decisão de contrariar a tendência da maioria e agir de acordo com a intuitiva imaginação.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Cuide para não se convencer de que as condições temporárias sejam permanentes, pois seria dessa forma que o desânimo se arraigaria em sua alma. O panorama é difícil, mas mesmo assim não prevalecerá, tudo vai mudar.

PEIXES 20-2 a 20-3

As circunstâncias são motivadoras de preocupações, porém, o tempo que a sua alma ficar vinculada a elas não será produto das circunstâncias, mas de sua vontade. Decida quanto tempo vai ficar se preocupando.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.