Véus e máscaras deixaram Paris Jackson 'confusa' na infância

Paris Jackson, filha do falecido cantor Michael Jackson, ficava "realmente confusa" por ser obrigada a usar um véu ou máscara quando era criança e saía em público com o pai, mas ela diz agora compreender as razões.

REUTERS

08 de junho de 2012 | 17h59

A menina de 14 anos disse em entrevista à apresentadora Oprah Winfrey que o "Rei do Pop" desejava que seus três filhos tivessem uma infância normal, algo que o próprio astro, ídolo precoce, não conseguiu ter.

Jackson, que morreu em 2009, era conhecido por manter seus três filhos cobertos por véus e máscaras quando eles eram bem pequenos. Paris e seus irmãos Prince, de 15 anos, e Prince Michael II, de 10, conhecido como Blanket, hoje frequentam escolas regulares na região de Los Angeles e fazem aparições públicas em eventos celebratórios para Jackson.

"Eu ficava realmente confusa", disse Paris a Winfrey, segundo trechos da entrevista divulgados antecipadamente. "Eu não entendia por quê estava usando máscara. Mas agora entendo por que meu pai queria que nossos rostos ficassem cobertos. Quando saíssemos sem ele, não seríamos reconhecidos."

"Ele nos contou que, quando era mais novo, realmente não teve infância", prosseguiu ela. "Ele sempre ficava preso no estúdio cantando enquanto as crianças estavam lá fora brincando. Ele queria que tivéssemos isso. Tivemos uma infância normal", acrescentou ela.

Paris está tentando se iniciar como atriz, e será protagonista de um filme de fantasia, "Lundon's Bridge and the Three Keys", ainda em fase de desenvolvimento por produtores independentes.

(Reportagem de Jill Serjeant)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEPARISJACKSON*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.