Veterano apresentador da BBC é acusado por atentado ao pudor

Um veterano apresentador de rádio e TV da BBC foi indiciado nesta quarta-feira por três acusações de atentado ao pudor, causando um novo constrangimento para a emissora pública britânica, já envolvida em um escândalo sexual.

Reuters

05 de dezembro de 2012 | 21h23

Stuart Hall, de 82 anos, teria cometido os crimes entre 1974 e 1984 contra meninas de 9 a 16 anos, segundo nota da polícia. Ele não foi indiciado por estupro, disse o comunicado.

Figura popular nas telas nas décadas de 1970 e 80, Hall ainda faz comentários radiofônicos eruditos e grandiloquentes sobre futebol. A emissora disse que ele será afastado durante as investigações.

O escândalo na BBC começou em outubro, com a revelação de que o falecido apresentar Jimmy Savile havia sido um dos mais prolíficos abusadores sexuais de crianças no Reino Unido. Cinco outras pessoas, inclusive o cantor Gary Glitter e o comediante Freddie Starr, já foram interrogadas por suspeitas de cumplicidade com os abusos.

A detenção de Hall não é parte dessa investigação, mas as revelações sobre Savile levaram a uma onda de denúncias à polícia no país.

(Reportagem de Michael Holden e Alessandra Prentice)

Tudo o que sabemos sobre:
MIDIABBCACUSADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.