Vestidos de Amy Winehouse são roubados, diz família

Dois vestidos usados pela falecida cantora Amy Winehouse foram roubados da casa onde ela morava, disse a fundação beneficente da sua família à Reuters na quinta-feira.

Reuters

01 de novembro de 2012 | 19h48

As peças seriam leiloadas no final deste ano e começo do próximo, em Nova York e Londres, para arrecadar fundos destinados à Fundação Amy Winehouse, que financia projetos de abrigos para crianças e ajuda antidrogas.

Um dos vestidos roubados era o traje que ela usou em 2007 para se casar com Blake Fielder-Civil, e o outro era um vestido de festa com estampa de jornal. Ambos foram levados do guarda-roupa da casa, depois de terem sido catalogados com outros itens.

A fundação disse que a casa não foi arrombada, e que uma queixa formal à polícia será feita em breve. "Tem de ter sido alguém com acesso à casa", disse um porta-voz da fundação.

Amy foi achada morta na sua casa, em julho de 2011, aos 27 anos, vítima de um envenenamento acidental pelo consumo de álcool, segundo a conclusão das autoridades. Não havia drogas ilícitas no seu organismo, apesar do seu histórico de dependência. Ela havia se separado de Fielder-Civil em 2009.

(Reportagem de Paul Casciato)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEAMYVESTIDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.