Versão original de "Onze Homens e um Segredo" sai em DVD

Há um culto a Onze Homens e UmSegredo, a versão original, com Frank Sinatra, que LewisMilestone realizou no começo dos anos 60. Seu oficiante é MartinScorsese, que sempre foi um defensor solitário da genialidade(alegada por ele) do filme recebido como obra menor pela quasetotalidade da crítica. Scorsese tanto fez que Hollywood fez oremake e o filme, também chamado de Onze Homens e Um Segredono Brasil, com George Clooney no papel de Sinatra e direção deSteven Soderbergh, é bom, mais que bom, quase ótimo. Há,embutida ali dentro, uma discussão sobre a imagem num mundodominado pelo fake (e, por isso mesmo, passa-se em Las Vegas). Pois agora você pode (re)ver o velho Onze Homens eaté compará-lo com a versão de Milestone. É um dos três filmescom Sinatra que a Warner Home Vídeo está colocando em DVDs naslocadoras e lojas especializadas. A empresa enriqueceu olançamento com extras que fazem a diferença: comentários deFrank Sinatra Jr. e Angie Dickinson, que faz o papel de JuliaRoberts na primeira versão e aparece numa ponta na atual, mapade Las Vegas e até uma entrevista do lendário Sinatra a JohnnyCarson no The Tonight Show. Os outros filmes de Sinatra que chegam às locadoras emdiscos digitais são: Quatro Heróis do Texas, de RobertAldrich, e Robin Hood de Chicago, de Gordon Douglas. Os dois mais "Onze Homens", trazem o Rat Pack, a gangue de Sinatraque incluía amigos como Dean Martin, Sammy Davis Jr. e PeterLawford. É sempre bom falar de Aldrich e Douglas, mas essesfilmes não representam o melhor desses diretores. No começo desua carreira, Aldrich havia investido contra os gênerostradicionais de Hollywood: westerns, filmes de guerra, degângsteres. Os primeiros westerns foram clássicos: O ÚltimoBravo e Vera Cruz. Comparativamente, a história deQuatro Heróis é puro pastelão, não faltando nem mesmo osTrês Patetas. Para compensar, a narrativa é erotizada pelasexuberantes Anita Ekberg e Ursula Andress. Aldrich ainda voltouao western e sua derradeira obra-prima talvez tenha sido AVingança de Ulzana, no começo dos 70. Robin Hood de Chicago, com a saga do herói dafloresta de Sherwoopd transferida para o gangsterismo, foi aprimeira das quatro parcerias de Sinatra com o subestimado (masgrande) diretor Douglas nos anos 60. As outras foram todas nogênero policial. Crime sem Perdão é a melhor de todas, masTony Rome também não nega fogo. Comparativamente, Robin Hoodatrai menos, mas os gângsteres enterrados no concreto são umaidéia interessante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.