Vermeer "reabilitado" vai a leilão por US$ 5 milhões

Os nova-iorquinos terão a chance de conferir esta semana, na galeria da Sotheby´s, uma tela do mestre holandês Johannes Vermeer que até pouco tempo atrás era dada como falsa. O quadro traz uma jovem tocando o virginal, instrumento antigo, similar à espineta, de técnica próxima à do cravo. A expectativa é de que, no leilão de 7 de julho, em Londres, a tela alcance pelo menos US$ 5 milhões. É a primeira obra de Vermeer a ser leiloada desde 1921.A autenticidade de Jovem Sentada ao Virginal havia sido cassada em 1947, após o julgamento do falsificador Han van Meegeren. Acusado de vender obras de arte aos alemães, durante a Segunda Guerra Mundial, ele admitiu ter negociado com museus e colecionadores sete falsos Vermeers. Ficou esquecida até 1960, quando chamou a atenção do colecionador belga Baron Frederic Rolin. Em 1993, ele a mostrou a um especialista da casa de leilões Sotheby´s, que acreditou em sua autenticidade.A reabilitação da tela custou onze anos de estudos. Com 20 x 25,5 centímetros, feita por volta de 1670, a obra entra agora para restrita galeria de obras reconhecidamente assinadas pelo holandês, um total de - contando com essa - 36. O colecionador belga, porém, não viveu para ver a tela leiloada. Rolin morreu em 2002, e Jovem Sentada ao Virginal agora é parte de seu espólio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.