Veríssimo ganha Jabuti popular

Borges e os Orangotangos Eternos, de Luis Fernando Veríssimo, e O Sistema, de Geraldo Lopes, foram os livros vencedores do prêmio Jabuti Popular na categoria ficção e não-ficção, respectivamente. Os nomes foram anunciados no sábado pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), na Bienal do Livro do Rio de Janeiro. A votação foi realizada pela Internet e durou 22 dias. A CBL também entregou os prêmios aos vencedores das 16 categorias da lista do prêmio Jabuti, divulgada no dia 11 de abril. Lygia Fagundes Telles, com Invenção e Memória (ficção), e Fernando Morais, com Corações Sujos (não-ficção), ficaram com o Livro do Ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.