Verba de obra de Barrio para mostra segue indefinida

Ainda está indefinida a situação da obra do artista Artur Barrio na 54.ª Bienal de Veneza, a ser inaugurada em 1.º de junho. Barrio, escolhido para representar oficialmente o Brasil na mostra italiana, recebeu ontem comunicado dos produtores de sua obra dizendo que não havia previsão da Fundação Nacional de Artes (Funarte) para a liberação dos recursos para sua participação na Bienal.

AE, Agência Estado

26 Abril 2011 | 10h35

"Estou atônito. Mais uma vez, na teoria as coisas acontecem, mas na prática, nada", disse o artista, que vive no Rio. Por sua previsão, conta, ele viajaria neste domingo para a Europa para realizar a instalação inédita (Ex) Tensões....y.....Pontos no Pavilhão Brasil nos Giardini de Veneza.

Em 29 de março, a Funarte anunciou que custearia diretamente a obra de Barrio devido a mudanças legislativas. Segundo nota da entidade, "o processo por meio do qual se dará o apoio já tramita internamente na Funarte". "No momento, a instituição aguarda documentação do artista para a formalização do apoio", diz ainda a Funarte. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Mais conteúdo sobre:
BienalVenezaArtur Barrio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.