Venezuelana abre ano do teatro São Pedro

Nancy Fabiola Herrera interpreta autores franceses

João Luiz Sampaio, O Estado de S.Paulo

11 de março de 2012 | 03h12

O Teatro São Pedro convidou a meio-soprano venezuelana Nancy Fabiola Herrera como solista para os concertos que marcam a abertura de sua temporada 2012, sob o signo da música francesa. Ela se apresenta hoje à frente da orquestra do teatro, que será regida pelo maestro Emiliano Patarra.

Nascida na Venezuela mas formada na Espanha, Herrera já cantou Carmen e Dalila, dois pilares do repertório para sua voz, em palcos como o Metropolitan de Nova York e o Covent Garden de Londres. Gravou ao lado de Plácido Domingo a zarzuela, espécie de opereta espanhola, Luisa Fernanda (selo Deutsche Grammophon, em CD e DVD), além da Terceira Sinfonia de Mahler com o maestro Adrian Leaper (selo Arte Nova). Também faz parte de sua discografia um disco dedicado a canções de Enrique Granados. No Brasil, já interpretou Dalila no Festival Amazonas.

O repertório do concerto reúne justamente os papéis femininos das óperas de Bizet e Saint-Saëns. De Carmen, Herrera canta a Habanera e a Seguidilla. De Sansão e Dalila, as árias "Printemps qui commence", "Amour! Viens aider ma faiblesse!" e "Mon coeur s'ouvre a ta voix". Comandada por Patarra, a orquestra executa trechos orquestrais das duas obras, a suíte L'Arlésienne, de Bizet, e o poema sinfônico Danse Macabre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.